Notícias

Dimobilli: máquina de café versátil para todos os gostos

02 maio 2015 Arquivado

02 maio 2015 Arquivado

A partir de € 99, a Dimobilli aceita café em cápsulas, pastilhas ou pó. Mas o design poderia ser mais apelativo.

Solução “três em um”, em pó, cápsulas ou pastilhas, a Dimobilli pode ser ideal para quem pretende uma máquina de café versátil. Além disso, produz bom café. Pode gerir o custo anual: o melhor é utilizá-la como máquina tradicional com café em pó e poupa cerca de € 160 face à utilização com cápsulas. Pode usar as cápsulas que desejar, caso lhe apeteça outro tipo de café ou mesmo chá ou chocolate quente.

A Dimobilli, que testámos em outubro de 2013, apresenta um sistema inovador concebido por um fabricante nacional que permite preparar o café de que mais gosta: cápsulas (Dolce Gusto ou Delta Q), café moído ou ainda pastilhas ESE PADS. Existem mais versões desta máquina de café, a preços superiores. Uma delas permite fixá-la à parede.

A Dimobili apresenta um sistema inovador que permite escolher entre cápsulas (Dolce Gusto ou Delta Q), café moído ou ainda pastilhas ESE PADS.
A Dimobili apresenta um sistema inovador que permite escolher entre cápsulas (Dolce Gusto ou Delta Q), café moído ou ainda pastilhas ESE PADS.

Esta máquina utiliza um manípulo ou cachimbo com acessórios para os diferentes tipos de café. A Dimobilli é multibebidas, produzindo também chocolates, chás e capuccinos. Tudo depende da cápsula que colocar. Basta ajustar o devido acessório, introduzir a cápsula, rodar o botão e está pronta a funcionar.

O ponto forte da Dimobilli é a versatilidade, quer no tipo de café, quer no custo anual. Mas as instruções de utilização do equipamento e dos acessórios deveriam ser mais claras e completas. Face a outras máquinas de café com cápsulas, o investimento no design da Dimobilli e dos acessórios merecia mais empenho.

Sem stop automático, para parar o café, é necessário rodar o botão.
Sem stop automático, para parar o café, é necessário rodar o botão.

Como máquina de cápsulas

€ 0,35 1 café
€ 246 Custo anual

O custo é calculado com base no preço do café, no preço da máquina amortizado em 8 anos e no custo da energia.

O tempo para preparar um café na Dimobilli é superior, em média, às máquinas de cápsulas: 1m 15s minutos para o primeiro café e 36 segundos para o segundo, contra os 1m 3s minutos para o primeiro café e os 23s para o segundo.

A temperatura do café é boa. Uma pequena desvantagem é o facto de, para inserir as cápsulas, ser necessário introduzir o “cachimbo” com o adaptador e a cápsula no interior. Não é complicado, mas é menos prático do que colocar a cápsula e carregar no botão, gesto tão apreciado numa máquina de cápsulas comum.

Degustação
Café Delta Q
 Médio
Café DG Bom

Ao nível de degustação, o café não fica atrás do preparado nas máquinas da própria marca.


Como máquina tradicional

€ 0,12 1 café
€ 84,52 Custo anual

O custo é calculado com base no preço do café, no preço da máquina amortizado em 8 anos e no custo da energia.

Revela uma relação entre qualidade e preço bastante semelhante à Escolha Económica das máquinas tradicionais. É melhor do que as máquinas de café tradicionais na maioria dos testes: é mais rápido, fácil e prático preparar um café.


Degustação
Pastilhas (ESE PADS) Médio
Café moído Bom

O café da Dimobilli foi considerado melhor quando comparado com o café produzido nas máquinas tradicionais, quer através de pastilhas, quer através de café em pó.

A Dimobili não tem reservatório para cápsulas. Depois de preparar um café, tem de esvaziar o suporte da cápsula para poder preparar outra bebida, tal como nas máquinas Dolce Gusto.
A Dimobili não tem reservatório para cápsulas. Depois de preparar um café, tem de esvaziar o suporte da cápsula para poder preparar outra bebida, tal como nas máquinas Dolce Gusto.

Imprimir Enviar por e-mail