Dossiês

Ferro de engomar: clássico ou com gerador de vapor?

02 maio 2018
classico ou gerador

02 maio 2018

Compramos e enviamos para laboratório dezenas de ferros de engomar clássicos e com gerador de vapor. Siga os resultados do nosso teste, porque a sua roupa merece o melhor.

Verifique o tipo de equipamento ideal antes de escolher o seu ferro.

Ferros de engomar Ferros com gerador de vapor
Ferros de engomar
 
Ver teste
Ferros com gerador de vapor
 
Ver teste

Procuro uma solução prática e económica. Posso fazer abastecimentos mais frequentes de água.

Tenho muita roupa para passar a ferro, muitas vezes com vincos, e privilegio a rapidez.

Pontos fortes:
  • ocupam pouco espaço e são mais fáceis de arrumar;
  • a maioria aquece mais rapidamente;
  • regra geral, os modelos têm função spray;
  • ideais para quem prefere um ferro mais pesado;
  • são mais fáceis de transportar e levar em viagem.

Pontos fracos:

  • o reservatório é pequeno e obriga a reabastecer várias vezes;
  • têm menor capacidade de produção de vapor (12 a 59 g por minuto), o que dificulta a passagem de peças com vincos.
Pontos fortes:
  • têm depósitos de água maiores e permitem passar durante mais tempo sem interrupções (maior autonomia)
  • a produção de vapor é muito superior (até 141 g por minuto), o que torna os tecidos difíceis e as peças de grandes dimensões;
  • são, no geral, mais leves (alguns pesam menos de 1 kg), uma vantagem para quem tem problemas de costas;
  • alguns modelos têm regulador automático de temperatura e adaptam-se a diferentes tecidos sem os queimar.

Pontos fracos:

  • os geradores de autonomia limitada têm de ser desligados para arrefecerem antes de voltarem a ser reabastecidos com água.

Imprimir Enviar por e-mail