Primeiras impressões

Torradeira Rowenta: painel digital pouco inovador

29 novembro 2013 Arquivado

29 novembro 2013 Arquivado

A Rowenta lança a primeira torradeira com painel digital, mas este faz muito pouco. A qualidade final das torradas é mediana.

O preço de venda recomendado da torradeira digital Rowenta TL681830 é de 65 euros e a publicidade apresenta o painel LCD como inovador. Na verdade, este só permite regular a intensidade do programa escolhido e interrompê-lo quando entender. Não é possível desligar a torradeira: o painel apaga-se automaticamente ao fim de cerca de 3 minutos de inação. Mesmo após isso, continua a consumir 0,21 watts/hora de eletricidade. Um aspeto a melhorar pelo fabricante.  



O painel digital não acrescenta grandes funcionalidades à torradeira
O painel digital não acrescenta grandes funcionalidades à torradeira

A Rowenta TL681830 pode fazer mais torradas em simultâneo do que a maioria das torradeiras e torra pães maiores. Um aspeto interessante para famílias alargadas, mas exige mais espaço na cozinha, porque é maior do que o habitual. Além disso, a torrada obtida não é melhor do que a apresentada por outras torradeiras no mercado, com um preço mais acessível.

Inova nos programas, porque permite torrar e aquecer só de um lado. Isto pode ser útil caso queira aquecer um pão brioche, por exemplo. Apresenta também uma função que eleva mais as torradas, para o utilizador não se queimar. O manual de instruções poderia ser mais claro e ajudar a tirar um melhor partido da utilização dos programas.

No laboratório verificámos que a torradeira é segura quer do ponto de vista elétrico, quer térmico. Medimos as temperaturas de superfície nas partes laterais, no topo e nos acessórios. Todas estão em conformidade com as temperaturas máximas admissíveis pelas normas europeias. Confirmámos ainda a segurança elétrica, de novo sob os padrões europeus, e não notámos falhas.