Primeiras impressões

Tefal Actifry 2 em 1: poucas vantagens face aos equipamentos convencionais

09 outubro 2012 Arquivado
Tefal Actifry 2 em 1

09 outubro 2012 Arquivado

Mais do que uma fritadeira e aparelho para cozinhar, a marca tenta vender uma forma de alimentação mais saudável. Para segui-la, não precisa de gastar entre € 299 e € 329 por um equipamento pouco útil.

Salmão com mais apreciadores do que bife

Fornecido com o aparelho, o livro de receitas propõe pratos fáceis. O objetivo é ajudar o consumidor a seguir uma dieta mais saudável.

Preparámos dois pratos, segundo as instruções do fabricante. O salmão com curgete agradou ao nosso painel de provadores. O peixe ficou saboroso e bem cozinhado. Pequeno senão: algumas rodelas de curgete não ficaram totalmente cozidas, o que leva a crer que a mistura dos alimentos na zona inferior não é perfeita.

Na receita de salmão, o peixe ficou bem cozinhado.
Na receita de salmão, o peixe ficou bem cozinhado.
O segundo prato, bife com batatas fritas, reservou algumas surpresas. O sabor das batatas faz lembrar mais batatas tostadas do que fritas. Mesmo respeitando o tempo de cozedura indicado, a carne ficou totalmente cozinhada, dura e seca. Faltou-lhe aquele contraste indispensável num bom bife: crocante por fora e macio no interior. No entanto, pode diminuir o tempo de cozedura para obter carne menos cozida.
Com o tempo indicado no manual, a carne ficou mais bem passada do que o desejável.
Com o tempo indicado no manual, a carne ficou mais bem passada do que o desejável.