Alertas

Três produtos perigosos à venda

04 dezembro 2015

04 dezembro 2015

Analisámos secadores de cabelo, tostadeiras e torradeiras, e eliminámos 3 modelos perigosos, por falhas na segurança elétrica e térmica. Se os comprou, pode devolvê-los na loja. 

Nos últimos anos, as prateleiras das lojas de eletrodomésticos e até das cadeias de supermercados foram invadidas por pequenos aparelhos. Torradeiras, secadores de cabelo de viagem e tostadeiras de 10 a 15 euros são destacados nos folhetos. 

Os 18 modelos analisados possuíam a marcação CE e foram testados segundo as normas. Já alertámos a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, a quem compete fiscalizar, para os resultados da nossa investigação. Foram identificados 3 modelos perigosos. Em articulação com a Direção-Geral do Consumidor pedimos a penalização dos fabricantes e exigimos a retirada imediata dos aparelhos perigosos. Se comprou ou recebeu um produto perigoso, pode exigir a troca ou devolução do dinheiro.

Modelos eliminados

Torradeira Adler AD33: na parte frontal revestida de metal, medimos 86ºC e a gaveta de migalhas acusou temperaturas superiores às temperaturas admissíveis, perigosas para o utilizador.   

Secador Becken HD801: começou a arder 3 minutos depois de se reduzir a voltagem nos terminais. O motor não foi capaz de reduzir a velocidade para evitar o pior cenário de utilização. 

Tostadeira Kunft YT-5001: medimos 109ºC na superfície de plástico no topo, quando o máximo legal são 90ºC para este tipo de revestimento. 

Destacamos o secador Adler AD 2225 por ter superado as provas de ferro, apesar de ser o mais barato dos 6 secadores testados.   

Torradeira Adler AD33, secador Becken HD801 e tostadeira Kunft YT-5001: exigimos a sua retirada das lojas.
Torradeira Adler AD33, secador Becken HD801 e tostadeira Kunft YT-5001: exigimos a sua retirada das lojas.

Imprimir Enviar por e-mail