Notícias

Fritadeiras a ar não são solução mais saudável

Têm a grande vantagem de usarem menos óleo do que as fritadeiras convencionais. Mas cozinham a altas temperaturas, o que não é o mais saudável. Pela primeira vez nos nossos testes, uma fritadeira a ar conquistou bons resultados.

  • Dossiê técnico
  • José Almeida, Ricardo Pereira e Sofia Mendonça
  • Texto
  • Maria João Amorim
02 julho 2018
  • Dossiê técnico
  • José Almeida, Ricardo Pereira e Sofia Mendonça
  • Texto
  • Maria João Amorim
fritadeira ar

iStock

Pela primeira vez no nosso teste a fritadeiras, um equipamento a ar conquistou um lugar na zona dos produtos com Boa Qualidade. No historial de avaliações a estes aparelhos, nunca nenhum modelo passou do patamar médio, mas há a anotar uma evolução positiva e, desta vez, a história é outra.

Há cada vez mais marcas e modelos à venda, e os preços estão mais amigos das carteiras dos portugueses.

Estes aparelhos replicam o efeito que se obtém com o óleo a borbulhar nas fritadeiras tradicionais, fazendo circular o ar e a gordura sobreaquecidos pelos alimentos.

Mas, além de levarem mais tempo a fritar do que os modelos a óleo, consumindo mais energia, fritam a temperaturas elevadas, o que contribui para a formação de uma substância potencialmente cancerígena que surge de modo natural em alguns alimentos quando estes são cozinhados a altas temperaturas: a acrilamida.

A inimiga acrilamida

A acrilamida forma-se de modo natural nos alimentos ricos em açúcares redutores (frutose e glucose) e um aminoácido, a asparagina, presente, por exemplo, nas batatas, quando sujeitos a temperaturas elevadas, como acontece nos fritos, grelhados e assados. Por provocar cancro em animais e ser um risco para o Homem, foi classificada como potencialmente cancerígena pela Agência Internacional para a Pesquisa do Cancro. No caso das batatas fritas, existem vários fatores que podem influenciar a formação de acrilamida, como a variedade, a temperatura a que são conservadas e até a forma como são descascadas.

Como minimizar a formação de acrilamida

Tipo de batatas

  • Selecione variedades adequadas para fritura (com baixo teor de açucares redutores). Consulte os rótulos das batatas pré-embaladas.
  • Conserve-as corretamente. As batatas devem ser guardadas a uma temperatura acima dos 6ºC. Quanto mais baixa for a temperatura de armazenamento, maior a quantidade de açúcares redutores que se forma.
  • Evite que as batatas armazenadas germinem (que “grelem”), para isso guarde-as num local escuro: na despensa, por exemplo.

Preparação

  • Descasque a batata corretamente: algumas tendem a apresentar maior concentração de açúcares redutores junto à casca.
  • A espessura dos palitos influencia a formação de acrilamida nas batatas fritas: palitos mais espessos contêm menores níveis desta substância do que palitos mais esguios.

De preferência

  • Antes de fritar, e depois de cortadas, passe as batatas por água quente. Esta operação permite uma remoção significativa dos níveis de açúcares presentes nas batatas.
  • Seque-as bem antes de as fritar, envolvendo-as num pano. 

Como escolher uma fritadeira a ar

Quer o modelo mais poupado, do ponto de vista energético? O mais rápido a fritar? O mais fácil de utilizar? O fator preço é fundamental? Os resultados do nosso teste ajudam a responder.

Mas, e se o principal para si for o sabor dos alimentos depois de serem confecionados? Fizemos também uma avaliação sensorial com um painel de provadores, mas, não por acaso, esta trata-se da prova mais subjetiva de todas. Gostos, já se sabe, há muitos. 

Poupar 54 euros

Este é um segmento em que os preços ainda são relativamente altos. Mas, com a nossa recomendação Mais em Conta, leva para casa uma fritadeira bastante competente (e rápida, com uma fritura em 19 minutos), a um preço imbatível. 

 


A arte de bem aerofritar

Antes de fritar Siga as instruções do manual, sobretudo no que diz respeito a tempos e temperaturas de confeção. Frite diferentes alimentos em separado, precisamente, por isso: obedecem a tempos e temperaturas distintos. No caso das batatas fritas, preaqueça o aparelho a 180-220ºC, para minimizar a formação de acrilamida.

Durante a fritura Nunca encha o cesto para lá de metade. Adapte o tempo às quantidades: poucos alimentos pedem pouco tempo de confeção. Frite os congelados sem os descongelar, exceto se houver indicação em contrário. Vire os alimentos a meio da fritura, se o manual assim o disser. Evite que fiquem acastanhados (queimados). 

Batata frita no ponto Leia sempre as instruções do fabricante e siga o que, de facto, está escrito. Não exceda a quantidade máxima recomendada. 
Frite as batatas até que adquiram um tom amarelo-dourado. No final, coloque-as sobre papel absorvente.