Primeiras impressões

Ecovacs Winbot W930: robô limpa-vidros não dispensa músculos

16 março 2016
Avaliação ao robô limpa-vidros Ecovacs Winbot W930.

16 março 2016

O Ecovacs Winbot W930 pretende ser a solução para quem não gosta de limpar janelas. Agarra-se aos vidros e limpa-os automaticamente. Mas ainda não substitui a mão humana e requer substituição e manutenção das bandas mopa com frequência.

O Ecovacs Winbot W930 é um robô que limpa janelas ou espelhos, agarrando-se ao vidro e deslizando pelo mesmo até percorrer toda a área. Vem numa grande caixa com um pequeno manual de instruções, e o aparelho é, de facto, mais complicado do que parece. Apesar do potencial, alguns pontos têm de ser melhorados. 

O robô pode deixar algumas marcas no sítio onde parou, é ruidoso, o cabo elétrico é demasiado curto para janelas grandes e limpa mais devagar e com menos detalhe do que um ser humano. 

O aparelho ainda tem de ser desenvolvido para substituir totalmente o ser humano.
O aparelho ainda tem de ser desenvolvido para substituir totalmente o ser humano.

Como funciona
O Ecovacs Winbot W930 pesa cerca de 2 kg e mede 30 por 30 cm. Os cantos da parte de baixo estão cobertos por velcro aos quais pode segurar bandas de mopa reutilizáveis, depois de colocar o spray de limpeza. Fixe o robô na janela e clique no botão para este começar a trabalhar.

Espere que uma luz azul comece a acender, indicando que está pronto a trabalhar. Pressione de novo o botão e o Winbot começa a mover-se e a limpar o vidro. Quando o robô volta ao ponto de partida, depois de terminada a tarefa, emite um pequeno aviso sonoro.

Os fabricantes recomendam que só use os produtos que vêm com o aparelho. Mas a embalagem só traz 3 bandas mopa, uma quantidade pequena. Para quem tem muitas janelas ou tiver de utilizar muitas vezes o robô, terá de comprar mais embalagens.

O nosso teste

Quando experimentámos não selecionámos o “modo seguro” para fixar o robô na janela, uma segurança anti-queda. Usámo-lo na janela de uma varanda, na parte de dentro. Antes de utilizar, é necessário borrifar as bandas mopa com a solução limpa-vidros. Se as janelas estiverem muito sujas, recomenda-se limpar primeiro um pequeno espaço para que o robô consiga aderir bem.

Depois deve ligá-lo à corrente e esperar que o trabalho seja feito. A superfície ficou relativamente bem limpa no nosso teste, mas falhou alguns pontos nos cantos. Quando passámos para a parte de fora da janela, mais suja, a quantidade do produto não foi suficiente e a janela precisou de “limpeza humana” para ficarmos satisfeitos. Se colocar líquido em excesso, corre o risco de fazer o aparelho escorregar pela janela.

No que toca a manutenção, os panos precisam de ser lavados regularmente, secos e substituídos, ou seja, comprados novamente. Em Portugal, o Ecovacs Winbot W930 está à venda por 499 euros.


Imprimir Enviar por e-mail