Notícias

iRobot Braava 320 e 380: um luxo para passar no chão

26 março 2014

26 março 2014

Anunciados como robôs inteligentes, estes equipamentos nem podem ser chamados aspiradores. O Braava 320 é limitado e mesmo o Braava 380, com a função de lavagem, por quase € 300 euros, é caro para as funcionalidades que apresenta.

Os iRobot Braava 320 e 380 são anunciados como capazes de limpar pelos de animais e pó e de resolver acidentes com líquidos no chão sem deixar rasto. Os dois são mopas, não aspiradores. Se precisa de um bom aspirador, consulte os resultados dos nossos testes.
O iRobot Braava 380 possui um reservatório de água para utilizar na mopa. No Braava 320, é comprado à parte por 50 euros.
O iRobot Braava 380 possui um reservatório de água para utilizar na mopa. No Braava 320, é comprado à parte por 50 euros.
O Braava 380 inclui de origem um reservatório de água que humedece a mopa durante a limpeza, o que aumenta a sua eficácia. Estes equipamentos incluem panos de micro fibras descartáveis ou reutilizáveis e utilizam sensores para evitar a mobília, cantos, escadas e carpetes, bem como passar entre divisões. Com a forma quadrangular e altura reduzida, os robôs conseguem circular por debaixo dos móveis e sofás, por exemplo. Incluem uma proteção de borracha para evitar danos em eventuais embates.
Os robôs apresentam uma entrada para carregar a bateria, um indicador de carregamento e um aviso de bateria reduzida. Os sensores comunicam com o "cubo" para evitar espaços.
Os robôs apresentam uma entrada para carregar a bateria, um indicador de carregamento e um aviso de bateria reduzida. Os sensores comunicam com o "cubo" para evitar espaços.

Na função “vassoura”, o robô desloca-se em linha reta, recua e movimenta-se em linhas paralelas. Já o aparelho com a função de lavagem desvia-se em linha reta para um lado, recua e segue para o outro lado, alternando entre esquerdo e direito.

Pontos fortes e fracos
Ponto forte Silenciosos, emitem cerca de 40 decibéis
Ponto forte Fáceis de usar
Ponto forte Mopa com um encaixe magnético
Ponto forte Acessório para lavar (iRobot Braava 380)
Ponto fraco Exigem cuidado ao posicioná-los no chão para não bloquear os sensores
Ponto fraco Pesados, com cerca de 2 kg

Quando encontra pó ou pelos de animais, o iRobot Braava 320, sem a função de lavagem, é o típico preguiçoso: encosta o pó a paredes e cantos, ao contrário do Braava 380. Neste robô, o pano húmido agarra o pó e os pelos de animais. 

O pó (cotão) e os pelos ficam depositados, sobretudo, nas zonas laterais do pano seco.
O pó (cotão) e os pelos ficam depositados, sobretudo, nas zonas laterais do pano seco.

Chocolate, ovos, ketchup ou rastos de sapatos no chão são "desastres" resolvidos pelos dois robôs, com vantagem para o equipamento com a função de lavagem. Se demorar a reagir, não espere milagres do Braava 380: após 48 horas, não conseguiu remover as mesmas nódoas secas.

Se entrar em casa com os sapatos sujos de terra húmida, não tem de atrasar o jantar, pois os dois robôs eliminam 80% da sujidade após a primeira passagem. Já 48 horas depois, a tarefa é impossível para o Braava 320. Com a lavagem do 380, exige algumas passagens para ver o chão limpo de novo.

Sujidade de terra é uma prova superada para o Braava 380, mesmo após 48 horas.
Sujidade de terra é uma prova superada para o Braava 380, mesmo após 48 horas.

O fabricante anuncia que a bateria resiste 3 horas no Braava 320 e, 4 horas, no Braava 380. Mas nenhum dos robôs cumpre: o 320 ficou pelas 2 horas e 20 minutos e, o 380, pelas 3 horas e meia. Só na função de lavagem, o Braava 380 promete 2 horas e meia a funcionar, mas conseguiu cerca de 4 horas.

A bateria demora 11 horas a carregar no 320, mais uma hora do que o anunciado. O 380 fica pronto a trabalhar em 4 horas de carregamento, tal como alega.