Notícias

Mantenha a casa fresca de forma natural ou com equipamentos

04 junho 2020
mulher a abrir a janela para refrescar a casa

A grande vantagem dos aparelhos de ar condicionado multi-split é a instalação de menos máquinas exteriores, benéfico quando existem limitações arquitetónicas.

Ar condicionado multi-split

Os aparelhos de ar condicionado multi-split têm várias unidades interiores ligadas a uma só unidade exterior. Tal como nos aparelhos mono-split, a unidade exterior está afastada e conectada (“split") às várias unidades interiores. Cada unidade interior está ligada à unidade exterior através de dois tubos de cobre e um condutor elétrico. Cada unidade interior tem de escoar os condensados para o exterior ou para um esgoto apropriado.

A grande vantagem da solução multi-split é a instalação de menos máquinas exteriores (em comparação com a solução mono-split), muito vantajoso, por exemplo, quando existem limitações arquitetónicas. Nesta ótica, existe uma simplificação ao nível da instalação das máquinas exteriores, mas requer ainda a instalação de tubos de cobre entre a máquina interior e exterior (dois por cada máquina interior).

No entanto, existem limitações ao nível das distâncias e declives máximos que cada máquina interior tem em relação à exterior. Do mesmo modo, estão disponíveis apenas sistemas até um dado nível de potência (em média, até os 10kW a 11kW, repartida por todas as máquinas interiores caso operem ao mesmo tempo) e com um número limitado de saídas para máquinas interiores. Regra geral, encontramos no mercado soluções que permitem a conexão até cerca de 5 máquinas interiores.

Neste tipo de soluções, as máquinas interiores ou aquecem ou arrefecem. Não é possível ter máquinas interiores em diferentes ciclos de funcionamento, mas é possível ajustar cada uma das máquinas interiores de forma independente (temperatura, fluxo e direção do ar ou programação horária).

 

O projeto recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.