Dicas

Ar condicionado: que equipamento instalar?

09 fevereiro 2015
Descodificamos os termos técnicos para o ajudar a escolher melhor um aparelho de ar condicionado.

09 fevereiro 2015

Que tipo de máquina comprar e com que potência são algumas das decisões a tomar. Descodificamos os termos técnicos.

Efeitos na saúde: mitos a esclarecer

É comum associar-se a utilização do ar condicionado a uma série de doenças respiratórias ou musculares. Esclarecemos algumas ideias erradas.

Se num escritório um colega está constipado, a origem não é o ar condicionado, mas sim um vírus. No inverno, passamos mais tempo no interior, em contacto com outras pessoas, logo é mais fácil transmitir doenças. Se houver um sistema de difusão de ar por condutas, é possível que o vírus seja disseminado pelos restantes colegas do escritório. É verdade que o ar condicionado torna o ar mais seco, secando a mucosa protetora do nariz e deixando-a mais vulnerável à infeção. 

Quanto às alergias, todos os modelos contam com filtros. É certo que a filtragem dos aparelhos domésticos está longe da eficácia anunciada, mas o ar deverá sair do aparelho com uma quantidade menor de alergénios (pólen, pó, etc.) do que aquela com que entrou. De forma a garantir a qualidade do ar, é essencial a manutenção dos filtros dos aparelhos de ar condicionado. Informe-se com o fabricante ou instalador sobre a periodicidade necessária e faça ou solicite a manutenção regular dos filtros.

Os torcicolos podem ser associados à utilização do ar condicionado na função de arrefecimento se o jato de ar frio estiver direcionado para a pessoa. Os aparelhos devem ser instalados de maneira a que o ar frio circule pelo espaço sem ser dirigido a ninguém.

A garganta seca pode ser culpa do ar condicionado. Para refrescar, o ar condicionado retira água ao ar por meio da condensação da humidade em contacto com as superfícies frias no interior do aparelho. Para aquecer, reduz a humidade relativa do ar. Mas se evitar programar o aparelho para temperaturas muito baixas no verão e muito altas no inverno, a humidade ficará dentro dos níveis aceitáveis. Alguns aparelhos domésticos introduzem ar do exterior para fazer alguma renovação de ar.

Aparelhos domésticos isentos de legionela
A doença dos legionários é provocada por bactérias do género legionela que se desenvolvem em águas tépidas (20ºC a 45ºC) e paradas, mas não se transmite através de aparelhos domésticos de ar condicionado. Esta associação é frequente, porque em alguns casos documentados foi o ar condicionado que introduziu no edifício a bactéria que se tinha desenvolvido no exterior (num chafariz, torre de arrefecimento ou poça de água estagnada, por exemplo). Os aparelhos de ar condicionado domésticos funcionam através da circulação de um gás refrigerante e não de água, pelo que a sua utilização não aumenta o risco de contrair a doença. Os aparelhos de ar condicionado com torres de refrigeração, mais habituais em edifícios de comércio e serviços, levantam preocupações.