Notícias

Fundos PPR: 5 planos que recomendamos

03 junho 2015 Arquivado

03 junho 2015 Arquivado

Há PPR sob a forma de seguro com capital garantido e, na maior parte das vezes, com um rendimento mínimo, e sob a forma de fundo de investimento (ou de pensões), geralmente sem capital garantido, mas há exceções.

Nesta análise, a PROTESTE INVESTE debruçou-se sobre os PPR sob a forma de fundo. Dividimos os fundos em três categorias: os que garantem o capital, os que aplicam entre 0 e 35% em ações, que apresentam um risco moderado, e os que aplicam mais de 35% em ações.

Os Planos Poupança Reforma sob a forma de fundo ganharam em média, 8% nos últimos 12 meses. Uma das nossas recomendações chegou aos 17%, a melhor valorização da categoria.

Depois do rendimento, um dos nossos critérios na seleção das Escolhas Acertadas são as comissões. Esta é das categorias de fundos com maiores custos para o subscritor, especialmente na subscrição e gestão. Os fundos PPR cobram, em média, 1,3% pela subscrição e 1,7% pela gestão. 

Se já tem um PPR e o desempenho deixa muito a desejar, pode e deve transferi-lo para um PPR mais rentável e com menos comissões. Para novos investimentos, ou se pretende transferir, veja os 5 recomendados e a análise completa da PROTESTE INVESTE.