Notícias

Produtos de dívida pública mais rentáveis do que depósitos a prazo

12 maio 2017 Arquivado
Produtos de dívida pública mais rentáveis do que depósitos a prazo

12 maio 2017 Arquivado
Os produtos de dívida pública, como os Certificados do Tesouro Poupança Mais, podem ser alternativas mais rentáveis do que os melhores depósitos a prazo. Descubra quanto pode ganhar se investir nestes produtos a cinco anos.

Alguns dos produtos de dívida pública são aplicações de poupança a médio prazo (cinco anos) com rendimentos superiores aos melhores depósitos a prazo. Simulámos quanto poderia ganhar se investisse 10 mil euros, a cinco anos, em cada um dos produtos do Estado. As Obrigações do Tesouro apresentam um rendimento um pouco superior aos Certificados do Tesouro Poupança Mais, mas o capital não está sempre garantido e tem ainda de contar com os custos de aquisição destes títulos em bolsa.

Obrigações do Tesouro: ganhe 878 euros

Nos últimos meses, o rendimento das Obrigações do Tesouro começou a despertar. Uma possível subida das taxas de juro nos próximos meses deverá reduzir a procura destes títulos, o que vai fazer descer a cotação e subir o rendimento. Dentro de um ano podem ser bem mais rentáveis. Por isso, aguarde pela subida das taxas de juro.

Os particulares só podem adquirir estes títulos em bolsa, já que na emissão estão disponíveis para investidores institucionais. Assim, o rendimento varia em função do cupão, dos custos, da cotação de compra e também de venda (no caso de não manter até ao vencimento). Por essa razão, o capital não está sempre garantido. 

Certificados do Tesouro Poupança Mais: rendem 810 euros

Em termos líquidos, está garantido um rendimento mínimo de 1,6 por cento. A desvantagem deste produto é não permitir mobilização durante o primeiro ano. E quando quiser fazer reforços terá de efetuar novas subscrições.

Em compensação, não existem comissões e subscrevem-se nos correios, tal como os Certificados de Aforro.

Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV): 401 euros de ganho

Na recente OTRV Abril 2022, cuja subscrição terminou a 7 de abril deste ano, o cupão semestral correspondia à taxa Euribor a seis meses acrescida de 1,9 por cento.

É um bom investimento se adquirir na emissão, se as taxas Euribor subirem nos próximos anos e se tiver um montante superior a 5 mil euros para aplicar. Para montantes inferiores, os custos penalizam o rendimento.

Certificados de aforro: ganhe 393 euros

Se aplicar 10 mil euros em Certificados de Aforro da série D durante os próximos cinco anos e a taxa base se mantiver, obtém 393 euros de juros. 

Se é dos felizardos que subscreveu uma das séries anteriores (A e B), mantenha, porque o rendimento é interessante. Em abril, a taxa de juro é de 2% líquida nas séries A e B. No caso da série C, depende, pois varia entre 0,7 e 1,8%, consoante a data em que fez a subscrição. Nesse caso, apenas quem subscreveu em 2008 e 2009 tem rendimento superior a 1 por cento.

Consulte a análise em PROTESTE INVESTE. Fique a par também das recomendações dos nossos analistas financeiros para rentabilizar o seu dinheiro.