Notícias

Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável: novidades a conta-gotas

30 outubro 2015

30 outubro 2015

O novo produto de aforro do Estado está a ser apresentado aos poucos. Agora foram divulgadas as condições de acesso e os deveres das instituições que as irão comercializar.

No final de setembro foi anunciado um novo produto de poupança do Estado destinado aos pequenos aforradores: as Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV). São semelhantes às Obrigações do Tesouro, mas com rendimento variável. O indexante está ainda por conhecer. O aforrador pode adquirir estes novos títulos na emissão, o que não acontece com as Obrigações do Tesouro. É um instrumento de médio e longo prazo com uma taxa de juro nominal variável, transacionável em mercado secundário, tal como as Obrigações do Tesouro.

O valor nominal é de 1000 euros e serão emitidas por prazos até 10 anos, sendo o reembolso na maturidade e ao valor nominal. O objetivo deste novo produto é alargar o investimento em dívida pública através de novos canais e assegurar maior eficácia do financiamento do Estado.

Recentemente foram publicadas as normas que regulam a emissão e colocação das Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável, bem como as condições de acesso e os deveres das instituições de crédito que atuam no mercado primário.

Consulte a análise completa no portal PROTESTE INVESTE.