Notícias

Obrigações do Benfica: muito risco, pouca remuneração

13 abril 2017 Arquivado
Obrigações do Benfica: muito risco, pouca remuneração

13 abril 2017 Arquivado
A SAD do S.L. Benfica lançou as novas obrigações Benfica SAD 2017-2020. Por causa dos riscos associados, os nossos especialistas não recomendam a subscrição.

Para financiar a atividade com menor dependência dos empréstimos bancários, a SAD do S.L. Benfica emitiu € 50 milhões em obrigações. A subscrição está disponível até 20 de abril. 

A taxa de juro líquida de impostos é de 2,9% (TAEL), cerca do dobro do que pode obter nos melhores depósitos a prazo. Uma proposta tentadora para alguns aforradores.

Mas os riscos de investir nas obrigações da SAD de um clube de futebol ou num depósito a prazo de um banco supervisionado e ao abrigo do Fundo de Garantia de Depósitos são muito diferentes. No caso dos bancos, os depósitos até € 100 mil estão protegidos ao abrigo do Fundo de Garantia.  

E será que as obrigações do Benfica são interessantes para quem pode suportar o risco? Esta emissão de obrigações não tem ratingSe existisse, provavelmente seria classificado como "lixo". Apesar da tendência positiva das contas da SAD do Benfica, a condição financeira do clube continua a ser precária. A remuneração desceu 25 pontos base desde a última emissão, em 2016.

Os nossos especialistas analisaram as contas do Benfica e, considerando a remuneração e os riscos, não recomendam o investimento nas obrigações. Veja a análise completa no site PROTESTE INVESTE.

 


Imprimir Enviar por e-mail