Notícias

Obrigações F.C. Porto SAD: em subscrição até 3 de junho

23 maio 2014 Arquivado

23 maio 2014 Arquivado

A FC Porto SAD irá emitir obrigações no montante de 15 milhões de euros, com maturidade a junho de 2017. A taxa de juro anual das obrigações é de 6,75% ao ano e os cupões serão pagos de forma semestral.

Esta emissão surge numa altura em que uma emissão de 10 milhões de euros irá vencer (6 de junho). A nova emissão terá um valor nominal de 5 euros e o investimento mínimo é de 20 títulos (total de 100 euros investidos). O período de subscrição decorre entre 21 de maio e 3 de junho e as ordens entretanto dadas poderão ser revogadas até 30 de maio.
À imagem de outras sociedades anónimas desportivas (SAD), também as contas da FC Porto SAD não estão famosas: prejuízos recorrentes, pontualmente compensados por vendas de passes de jogadores de futebol a valores muito elevados, e capitais próprios negativos.

A rentabilidade anual oferecida não é negligenciável (TAEL de 4,4%), mas o risco financeiro destas obrigações é muito elevado. Ainda que o peso social dos clubes de futebol seja, para muitos, uma garantia de que não irão entrar em incumprimento, para os analistas da PROTESTE INVESTE tal não é suficiente.

Embora o peso social dos clubes possa ser visto com um aspeto positivo e que não sejam considerados como uma empresa tradicional, que não suportariam manter-se muito tempo com capitais próprios negativos, preferimos focarmo-nos nos aspetos fundamentais por uma situação destas não ser sustentável a longo prazo. A PROTESTE INVESTE não recomenda investir nestas obrigações. Consulte a análise completa no portal PROTESTE INVESTE.