Notícias

Novos Certificados do Tesouro rendem mais?

Os Certificados do Tesouro Poupança Valor vêm substituir os Certificados do Tesouro Poupança Crescimento, mas rendem menos. Ainda assim, a taxa é superior à média dos depósitos a prazo.

  • Dossiê técnico
  • António Ribeiro
  • Texto
  • Myriam Gaspar e Filipa Nunes
23 setembro 2021
  • Dossiê técnico
  • António Ribeiro
  • Texto
  • Myriam Gaspar e Filipa Nunes
Poupar dinheiro para Certificados do Tesouro

iStock

Chamam-se Certificados do Tesouro Poupança Valor (CTPV), foram lançados a 13 de setembro e são os sucessores dos Certificados do Tesouro Poupança Crescimento, cuja subscrição foi suspensa. Quem tem esta série, deve mantê-la, de preferência até à maturidade, dado que os títulos subscritos não desaparecem com os novos certificados. Além disso, rendem mais.

Os CTPV podem ser subscritos a partir de 1000 euros, nos canais habituais: AforroNet, CTT e Espaços Cidadão. À semelhança dos títulos anteriores, têm o prazo de sete anos e o pagamento de juros anuais é feito a uma taxa crescente. O rendimento, contudo, é mais baixo: 0,7% nos dois primeiros anos, subindo para 0,8%, 0,9% e 1% nos anos seguintes; no sexto e sétimo ano oferecem uma remuneração de 1,3% e 1,6% bruta. Em termos de taxa média, os novos certificados pagam 1%, se mantiver os títulos até ao fim, ou seja, 0,7% líquidos.  

O prémio em função do PIB também encolheu. Nos novos Certificados do Tesouro Poupança Valor, a bonificação aparece apenas a partir do terceiro ano e corresponde a 20% do crescimento médio real do PIB, ficando limitado a um máximo de 1,5% em cada ano.

Certificados do Tesouro rendem mais do que depósitos

Apesar de as taxas dos Certificados do Tesouro Poupança Valor terem baixado, esta nova série rende mais do que a maioria dos depósitos a prazo, o produto de poupança preferido dos portugueses. No início de setembro, a média de um depósito de 5000 euros a 12 meses era de apenas 0,06%, ou seja, um rendimento praticamente nulo e muito abaixo da taxa de inflação prevista pelo Banco de Portugal: 0,7 por cento.

Se pretende saber quanto rendem as contas-poupança e os depósitos a prazo do mercado, aceda ao nosso simulador.

Encontrar a melhor conta-poupança

Mas não deixe o seu dinheiro adormecido em depósitos com rendimento zero ou próximo disso, pois a inflação está a despertar e em pouco tempo verá que o seu dinheiro vale cada vez menos. No site da PROTESTE INVESTE, encontra outra soluções de investimento e pode até simular quanto rendem os títulos da dívida do Estado.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.