Notícias

Estratégias para poupar para os estudos dos seus filhos

Se começar a poupar já, em 10 anos poderá acumular até 14 mil euros antes da entrada na faculdade. É de pequenino que deve começar a pensar no destino do seu filho. 

  • Dossiê técnico
  • Rui Ribeiro
  • Texto
  • Manuel Ribeiro e Filipa Nunes
07 setembro 2018
  • Dossiê técnico
  • Rui Ribeiro
  • Texto
  • Manuel Ribeiro e Filipa Nunes
Bebé a olhar para um mealheiro em formato de porco

iStock

Parece que nasceu ontem, mas, num ápice, o seu filho vai estar com um pé na universidade. Por essa altura, convém estar preparado para despender alguns milhares de euros por ano com propinas, livros, transportes e alimentação. E se for estudar para outra cidade, conte com as despejas de alojamento e viagens.

Portanto, quanto mais cedo investir para os estudos dos seus filhos, mais dinheiro poderá amealhar. 

Na PROTESTE INVESTE encontra as melhores soluções para dois cenários estimados. Se começar a poupar até dez anos antes da entrada do seu filho na faculdade, jogue pelo seguro, optando por soluções de investimento com capital garantido.

No primeiro cenário, mostramos como conseguir um bom apoio para uma licenciatura de três anos com propinas baixas e sem necessidade de alojamento. Seguindo as nossas recomendações, poderá acumular perto de 13 500 euros em 10 anos. 

No segundo, a meta estimada é de 49 mil euros para uma licenciatura mais longa, no ensino superior privado e com despesas de alojamento. 

Para um valor desta grandeza, convém começar a poupar mais cedo. O ideal seria desde o nascimento do rebento, num prazo de 18 anos. Conheça as soluções mais rentáveis

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.


Imprimir Enviar por e-mail