Notícias

Questão do leitor: constituir depósitos do Bank of China

01 agosto 2013 Arquivado

01 agosto 2013 Arquivado

"O banco da China abriu uma delegação em Lisboa. É seguro fazer lá depósitos?"

O balcão que o Bank of China abriu na Rua Duque de Palmela em Lisboa é uma sucursal em Portugal do Bank of China (Luxembourg). Por outras palavras, trata-se de uma instituição de crédito com sede em país da União Europeia, neste caso o Luxemburgo, e com sucursal em Portugal. É um regime idêntico, por exemplo, ao existente para os balcões do Barclays, Deutsche Bank e PrivatBank.

Os depósitos realizados na sucursal portuguesa do Bank of China (Luxemburgo) estão ao abrigo do fundo de garantia existente no Grão-Ducado do Luxemburgo. Tal como em Portugal, o montante máximo garantido é de 100 mil euros.
O Bank of China é um banco detido pelo Estado chinês, mas desenvolve atividades estritamente comerciais. Não deve ser confundido com o banco central da China, a entidade que controla a política monetária desse país.

De acordo com o comunicado do Bank of China, a sucursal de Lisboa terá como principal objetivo promover o investimento e as trocas comerciais entre a China e Portugal. Contudo, disponibilizará produtos, como depósitos, que se poderão enquadrar nas necessidades dos pequenos aforradores nacionais. Por isso, em breve, e caso se confirme, a PROTESTE INVESTE passará a incluir os produtos do Bank of China nos seus simuladores.

Compare os melhores depósitos a prazo no portal PROTESTE INVESTE.