Notícias

Conta no estrangeiro: muitos entraves à abertura

02 agosto 2012 Arquivado

02 agosto 2012 Arquivado

É difícil abrir uma conta no estrangeiro, sobretudo se pretende fazê-lo sem sair de casa. Mesmo voando lá para fora, nem sempre as coisas são fáceis.

Muitos aforradores gostariam que o seu dinheiro estivesse longe da crise da zona euro. Embora não acreditemos que as poupanças nos bancos portugueses estejam ameaçadas, respondemos à pergunta que os nossos leitores colocam nesta altura: o que é preciso para abrir uma conta de depósito numa instituição financeira fora da zona euro?

Centrámos as nossas atenções em países financeiramente sólidos ou cujas divisas apresentam potenciais de valorização face à moeda única europeia. A seleção recaiu na Austrália, no Canadá, nos Estados Unidos da América, na Suécia e na Suíça. Dos 21 intermediários financeiros contactados pela nossa equipa financeira, apenas o Skandinaviska Enskilda Banken (SEB) disse permitir a abertura de conta sem ser necessária a deslocação à Suécia.

Veja a análise completa no portal da PROTESTE INVESTE.


Imprimir Enviar por e-mail