Notícias

Conselhos para 2015: propostas para aplicar 5000 euros

02 janeiro 2015 Arquivado

02 janeiro 2015 Arquivado

A PROTESTE INVESTE visitou 21 bancos em busca de propostas para aplicar 5000 euros. Os depósitos rendem quase nada. Baixo rendimento e pouca diversificação foi o mais frequente.

O nosso cliente mistério tem 5000 euros para aplicar no final deste ano e não vai necessitar desse dinheiro nos próximos anos. Está disposto a abdicar da liquidez e assumir algum risco. Visitou 21 bancos e pediu uma sugestão para aplicar esse montante, evitando os depósitos a prazo, cujas taxas deixam muito a desejar. Foi visitado apenas um balcão por cada banco. O teste foi realizado em meados de novembro, em Lisboa.

Conselhos limitados e pouco rentáveis
Os produtos estruturados, nomeadamente depósitos com rendimento dependente de cabazes de ações ou outras variáveis, continuam a ser sugeridos aos clientes e até podem enganar com a ilusão do rendimento potencial máximo, mas raramente isso se verifica. 

O Millennium sugeriu um depósito estruturado que apenas consegue o rendimento máximo (2,3%) se nenhuma das ações o cabaz desvalorizar e, mesmo nesse caso, o rendimento seria de 2,3% líquido. Atualmente, os Certificados de Aforro rendem 2,2%, ou seja, praticamente o mesmo. 

No Deutsche Bank foi sugerido um produto complexo sob a forma de emissão de dívida indexada à cotação de várias empresas. Um produto demasiado complexo para o comum dos mortais.

Alguns bancos sugeriram fundos de investimento, mas quase sempre um ou outro em particular, o que acaba por ser um investimento pouco diversificado e muitas vezes em categorias pouco interessantes (tesouraria e obrigações de taxa variável, por exemplo). Consulte a análise completa no portal PROTESTE INVESTE.


Imprimir Enviar por e-mail