Notícias

Mais-valias no IRS: Finanças falham na resposta aos investidores

18 fevereiro 2016

18 fevereiro 2016

Obtivemos algumas respostas erradas nas perguntas que dirigimos às Finanças sobre como declarar mais-valias de investimentos.

Num estudo anónimo, a equipa da PROTESTE INVESTE colocou quatro conjuntos de questões aos serviços das Finanças sobre a declaração de investimentos no IRS. Realizámos este teste prático nos balcões das Finanças em Lisboa, Porto e Coimbra, e por telefone e e-mail.

Os funcionários do Estado estão mal preparados para responder às dúvidas dos investidores sobre como declarar mais-valias de ações ou fundos de investimento.

Sobre as mais-valias das ações nacionais, por exemplo, explicaram-nos que “não é obrigatório declarar este tipo de investimentos, pois já incluem a taxa obrigatória de 18%, que por sua vez foi descontada à cabeça do investimento ou produto”. A informação está incorreta. Sobre os dividendos, referiu-se que é obrigatório a sua inclusão na declaração de rendimentos. Também está incorreto.

Consulte as conclusões da investigação no portal da PROTESTE INVESTE e descubra as respostas corretas às questões que as Finanças não souberam esclarecer.