Notícias

Atualização do IMI adiada para muitos contribuintes

Se pediu, em 2018, a atualização do valor patrimonial da sua casa para baixar o IMI e, na notificação que recebeu para pagar, o montante continua igual, não desespere. Pague agora e as finanças fazem o acerto na próxima prestação.

  • Dossiê técnico
  • Ernesto Pinto
  • Texto
  • Sílvia Nogal Dias e Filipa Nunes
14 maio 2019
  • Dossiê técnico
  • Ernesto Pinto
  • Texto
  • Sílvia Nogal Dias e Filipa Nunes
valor IMI

iStock

Apesar de terem visto o valor do imposto municipal sobre imóveis (IMI) relativo a 2019 diminuir, depois de terem pedido às finanças a atualização do valor patrimonial da casa, muitos contribuintes receberam a nota de cobrança da primeira prestação do imposto sem essa atualização.

Os contribuintes nessa situação devem pagar o montante indicado. O acerto será feito na próxima prestação pela Autoridade Tributária.

Também podem optar por não fazer o pagamento e apresentar uma reclamação graciosa, mas o processo pode arrastar-se no tempo. Esta segunda solução é, porém, a mais indicada para os contribuintes isentos, que, erradamente, tenham sido notificados para pagar IMI. Neste caso, devem dirigir-se a uma repartição das finanças e fazer a reclamação.

A primeira prestação do IMI deve ser liquidada até 31 de maio.

Para saber se está a pagar o valor justo de IMI, faça uma simulação em www.paguemenosimi.pt e confirme se deve pedir uma nova avaliação da sua casa. Apesar de o preço por metro quadrado (uma das parcelas usadas para calcular o imposto) ter subido no início do ano, não é líquido que vá pagar mais, já que a idade do imóvel (coeficiente de vetustez) não é atualizado automaticamente.

 

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.