Cartas-tipo

Custo excessivo na transferência

06 julho 2012
carta-tipo

06 julho 2012

Por correio registado ou e-mail, uma reclamação por escrito serve de prova e pode ser decisiva para resolver o seu conflito. Identifique bem quem envia, o destinatário e a data e exponha claramente os factos. Guarde cópias do envio.

Nome completo do remetente
Morada completa do remetente

Associação Portuguesa de Bancos
Av. da República, 35, 5.º
1050-186 Lisboa

Localidade e data

Carta registada com aviso de receção com cópia enviada para a DECO - Associação Portuguesa para a Defesa dos Consumidores

Assunto: Custo excessivo na transferência

Exmos. Senhores

Ao verificar o extrato mensal do mês de ................................, referente à minha conta à ordem n.º ................................, fiquei bastante surpreendido com o facto de me terem debitado o montante de ................................ euros, a título de despesas de transferência.

Com efeito, consta dos “princípios Comuns para a Mobilidade de Serviços Bancários”, patrocinado pela vossa associação, que as comissões pelos serviços relativos à transferência de serviços de pagamento prestados pelos bancos, caso existam, deverão ser adequadas e proporcionais face aos custos suportados, devendo ainda ser incluídas previamente na informação a ser prestada ao cliente relativa à sua conta bancária.

Ora, considero que o valor debitado é manifestamente excessivo e se encontra em clara violação dos referidos “Princípios”.

Face ao exposto, solicito a vossa urgente intervenção no sentido de regularizar a situação.

Sem outro assunto de momento, subscrevo-me apresentando os meus melhores cumprimentos,

Assinatura manuscrita