Notícias

Leilões: arremate um imóvel barato

26 junho 2013 Arquivado

26 junho 2013 Arquivado

Os leilões podem ser uma via para investir num imóvel barato. É possível comprar casas com descontos de 40% sobre os preços de mercado, segundo o estudo da PROTESTE INVESTE.

Investir num imóvel para arrendar não é, em regra, um bom negócio nas condições atuais do mercado: a compra para arrendar rende cerca de 3% nas zonas residenciais da Grande Lisboa e do Grande Porto. Todavia, há uma maneira de conseguir aumentar substancialmente a rentabilidade potencial do arrendamento: pagar pouco pela habitação. Os leilões de imóveis, cada vez mais frequentes em resultado da urgência da banca em alienar património, são um bom local para encontrar preços baixos.

Existem algumas empresas especializadas nos leilões de imóveis. A Uon e Euro Estates são duas das mais conhecidas que promovem frequentemente leilões presenciais. Normalmente agendam dois a três leilões por mês.

Os leilões presenciais normalmente estão associados a uma instituição financeira, que procura através deste meio escoar parte da sua carteira de imóveis adquiridos através da execução de hipotecas. Como o objetivo do banco é reduzir a sua exposição ao setor imobiliário e recuperar a totalidade ou parte da dívida contraída pelo anterior proprietário, o valor de venda pode ser bastante inferior aos valores médios de mercado praticados para imóveis com características semelhantes.

Nos leilões que a PROTESTE INVESTE assistiu anonimamente identificámos várias situações em que o valor base de licitação era inferior ao valor médio de mercado em mais de 40 por cento. Consulte a análise completa no portal PROTESTE INVESTE.


Imprimir Enviar por e-mail