Notícias

Crédito à habitação: 10 passos para obter a prestação mais baixa

01 fevereiro 2016
Dicas para poupar na escolha do banco para contrair crédito à habitação.

01 fevereiro 2016

Domine as taxas, o spread, os juros e agite as contas do gestor do seu crédito. Antes de escolher o banco, simule vários cenários, compare propostas e veja como poupar € 54 por mês.

Início

Comece por contactar o seu banco, faça valer a sua posição de cliente e negoceie. Poderá até conseguir condições mais vantajosas do que através do melhor banco nos resultados do nosso simulador. Com a melhor proposta para um empréstimo de 100 mil euros a 30 anos, financiamento de 80% do valor do imóvel e com domiciliação de ordenado, débito direto de serviços essenciais e seguro de vida e multirriscos-habitação, pode poupar € 34 por mês. 

Mas peça simulações em vários bancos. Simule também diversos montantes para vários prazos. Todos os bancos estão obrigados a emitir, em cada simulação, uma Ficha de Informação Normalizada Europeia (FINE). Trata-se de um documento que resume todos os custos do seu crédito: comissões, prestações e eventuais produtos contratados, como seguros. Utilize a taxa anual de encargos efetiva global (TAEG) como principal indicador comparativo.

No caso de um crédito de taxa variável, confirme os cálculos para o valor mais alto do indexante nos últimos 20 anos, que constam da simulação. Pondere até que ponto conseguiria suportar o pior cenário com o seu orçamento atual. 

Se concluir que o esforço é considerável para suportar a prestação, faça nova simulação para um prazo mais alargado. Quanto mais longo for o prazo, mais caro fica o empréstimo (pagará mais juros), mas baixa a prestação.


Imprimir Enviar por e-mail