Dossiês

Casa segura: equipamentos essenciais e medidas de prevenção

01 fevereiro 2016 Arquivado
Segurança da casa

01 fevereiro 2016 Arquivado

Para manter a casa segura, não precisa de gastar uma fortuna em alarmes e sistemas de vigilância. Uma atitude de prevenção é gratuita e muito eficaz. Os nossos inquiridos revelam boas pistas para garantir uma proteção perfeita.

Início

Mais de 19 mil furtos a residências com arrombamento: foi o 5.º crime mais participado às autoridades em 2014, a seguir ao furto de carros, ofensa à integridade física, violência doméstica e condução com taxa de alcoolemia acima de 1,2 g/litro. Lisboa, Porto e Setúbal são os distritos com o maior número de participações. Num quinto dos casos, o roubo ultrapassou os € 1500 e um terço dos assaltos foi feito por três ou mais indivíduos. Cada vez mais portugueses apostam em medidas de segurança.

Mas o porteiro à entrada do edifício, a vigilância policial reforçada e as empresas de segurança privada não representam qualquer proteção extra, se não adotar um comportamento preventivo. Este é a base de qualquer proteção. Hábitos como fechar a porta e dar a sensação de manter a casa habitada nas ausências aumentam de modo substancial a segurança. Quando sair, verifique portas e janelas e tranque todas as entradas.

Nunca abra a porta sem confirmar quem está do outro lado. Utilize o limitador de abertura. Durante ausências prolongadas, é importante criar a ilusão de movimento em casa. Peça a um vizinho para abrir e fechar estores ou cortinas e luzes, e esvaziar a caixa do correio. Pode utilizar um temporizador que liga e desliga as luzes e aparelhos por alguns períodos dando a sensação de que a casa está habitada.

Promova as relações de vizinhança. No condomínio, a colaboração é essencial. Defina regras como manter as portas de entrada fechadas e não abrir a porta a estranhos. Ao entrar e sair da garagem, aguarde até ao fecho completo do portão. Os prédios, sobretudo junto das entradas e no acesso à garagem, exigem uma iluminação suficiente e cuidados redobrados. Investir em câmaras com gravação, nas portas de acesso e hall de entrada, garagens e elevadores aumenta a segurança. Colocar avisos visíveis de que o prédio é vigiado com gravação ajuda a evitar tentativas de intrusão.

Acompanhe as secções de última hora nos sites da PSP e da GNR, com os novos truques dos ladrões e tudo sobre os crimes mais recentes. Se for alvo de um assalto, mesmo falhado, denuncie para dar às autoridades um retrato real dos problemas.