Cartas-tipo

Redução do preço devido a defeito

03 dezembro 2020
carta-tipo

Por correio registado ou e-mail, uma reclamação por escrito serve de prova e pode ser decisiva para resolver o seu conflito. Identifique bem quem envia, o destinatário e a data e exponha claramente os factos. Guarde cópias do envio.

Nome completo do remetente
Morada completa do remetente

Nome completo do destinatário
Morada completa do destinatário

Localidade e data

Carta registada com aviso de receção

Assunto: Redução do preço devido a defeito

Exmos. Senhores

No dia .......... de ................................ de 2012, adquirimos a V/Exas. um andar sito na Rua ................................................................................................, n.º .........., em ................................, no estado de novo, pelo preço de ................................................................................................ euros (por extenso), que passámos a habitar imediatamente.

Conforme é do vosso conhecimento, alguns dias depois, detetámos um defeito grave: num dos quartos ouviam-se perfeitamente todos os barulhos emitidos pelos vizinhos do lado, o que não acontecia nas frações que se encontravam acima e abaixo de nós. Esse facto exigiu que fossem realizadas obras de insonorização, aconselhadas e pagas por V/Exas. mas que, infelizmente, não conseguiram eliminar o problema. Os ruídos incómodos mantêm-se, ainda que menos intensos.

Pedido o parecer de especialistas, cujo relatório juntamos, estes referiram que o problema é provavelmente estrutural, de forma que só derrubando paredes-mestras seria possível resolvê-lo. No entanto, como é óbvio, esse tipo de intervenção não é viável, devido aos transtornos que traria a todos os condóminos e aos riscos para a própria segurança do prédio.

Dada a impossibilidade prática de reparar o defeito e o nosso interesse em permanecer na casa, que, apesar de tudo, gostamos, pensamos que a única forma de compensar os nossos prejuízos consiste numa redução do preço de aquisição do andar, num valor que não deverá ser inferior a ................................................................................................ euros (por extenso).

Assim, aguardaremos até 15 dias para nos fazerem chegar a respetiva quantia. Caso contrário, recorremos aos tribunais para defender os nossos direitos.

Sem outro assunto de momento, subscrevemo-nos apresentando os nossos melhores cumprimentos,

Assinatura manuscrita

Anexo: relatório elaborado pelos especialistas de ................................