última atualização: 14/08/2020

Máscara portuguesa inativa coronavírus?

Foi recentemente lançada uma máscara 100% portuguesa que alega inativar o SARS-CoV-2 na superfície exterior. Um dos potenciais benefícios será diminuir o risco de contaminação se tocar na máscara. Estamos a testar esta e outras máscaras comunitárias de nível 2 e 3 para verificar se cumprem os requisitos de filtragem e respirabilidade. Em breve,  partilharemos os resultados dos testes.

Conselhos para se proteger

  • As máscaras sociais requerem alguns cuidados de utilização, que estão indicados na embalagem. Na hora de comprar, verifique se o produto foi testado por um laboratório com competência técnica reconhecida, como, por exemplo, o CITEVE, o Equilibrium ou o ISQ. Encontra a lista de produtos que cumprem os requisitos no portal da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (descarregue o pdf "Listagem de Máscaras Sociais", no final da página).
  • Preste atenção à capacidade de filtragem da máscara: máscaras de nível 2 devem assegurar, pelo menos, 90% de filtração e são indicadas para contactos frequentes com o público; as de nível 3 devem ter uma capacidade de filtragem superior a 70% e são adequadas para contactos menos frequentes. As máscaras de nível 1 são as respiratórias ou cirúrgicas e destinam-se principalmente a profissionais de saúde.
  • Embora sejam reutilizáveis, perdem eficácia ao fim de algumas lavagens. Esse número de lavagens vem indicado no rótulo (entre 5 e 50, consoante o modelo). A capacidade de filtração e respirabilidade pode ficar comprometida após esse número de lavagens.

Se utiliza máscaras sociais, partilhe a sua experiência com a Comunidade e ajude-nos a  melhorar os nossos estudos e testes. 

Equipa DECO PROTESTE

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Venha testar da comunidade Teste Connosco

Comentários

Seja o primeiro a comentar