última atualização: 22/04/2020

Governo fixa preço do gás de botija: reclame se vir preços superiores

No seguimento do nosso alerta, o Governo reagiu e fixou um preço máximo para o gás engarrafado, a vigorar durante o estado de emergência. Os preços máximos fixados para as botijas de gás, durante o estado de emergência, estão em linha com as nossas recomendações. Os novos valores já estão em vigor: 

  • 22 euros, para a garrafa de 13 kg de butano; 
  • 22,24 euros, para a garrafa de 11 kg de propano;
  • 81,05 euros, para a garrafa de 45 kg propano. 

O Governo mantém a possibilidade de revisão do valor máximo ainda durante o mês de abril. Para tal, atribuiu à Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) a função de continuar a vigiar os preços e, caso ocorram alterações nas cotações internacionais, alertar, para que o preço máximo das garrafas seja revisto. 

Também apelamos para que, caso seja confrontado com preços superiores ao valor máximo definido, reclame, e para que partilhe os preços a que compra o gás engarrafado na plataforma Poupe na botija. Deste modo, conseguimos monitorizar o comportamento do setor e verificar se os preços vão ficar colados ao valor máximo ou se vamos assistir a uma maior concorrência.

A sua participação é importante Ajude os consumidores portugueses que usam gás de botija partilhando esta informação ou contribuindo para a plataforma Poupe na botija.

Equipa DECO PROTESTE

User name

Junte-se a esta conversa

Comentários

Seja o primeiro a comentar