última atualização: 02/07/2020

Qual a bicicleta elétrica com menos problemas?

As bicicletas elétricas exigem menos esforço a pedalar e são uma ajuda preciosa nas subidas mais íngremes. Procurámos conhecer a opinião dos consumidores que já optaram por uma bicicleta elétrica para as suas deslocações diárias para saber quanto gastaram, se estão satisfeitos e quais as avarias que registaram.

Dos diferentes sistemas disponíveis (constituídos por motor, bateria e painel de controlo), o Panasonic X0 e o Bosch Performance Line CX são bastante fiáveis, ou seja, sofrem poucas avarias, e têm um elevado índice de satisfação. Em ambos, foi apreciada a ausência de problemas ou avarias, a potência da assistência ao pedalar e a autonomia da bateria, sempre com nota próxima de nove valores, num máximo de dez.

O sistema da Bosch é o que apresenta menor prevalência de problemas, face à média, sobretudo na bateria, no carregador, no motor e no controlo de velocidade. 

Veja os resultados completos do inquérito a 3500 utilizadores de bicicletas elétricas.

Em setembro e outubro de 2019, enviámos um questionário em papel e outro online a uma amostra da população adulta, entre os 18 e os 64 anos. Também enviámos o questionário online a uma amostra dos subscritores das nossas revistas. No total, recebemos 3469 respostas válidas, que refletem a opinião dos inquiridos. Procedimento idêntico foi seguido pelas organizações de consumidores nossas congéneres de Espanha, Itália e Bélgica, o que permitiu contar com maior quantidade de experiências para determinar a satisfação e a fiabilidade com o sistema (motor, bateria e painel de controlo) usado pelas bicicletas elétricas.

Após conhecer a experiência de quem já usa, caso pretenda investir numa bicicleta elétrica, consulte o desconto que negociámos.

Tem bicicleta elétrica ou considera adquirir uma? Partilhe a sua opinião nos comentários. 


Equipa DECO PROTESTE

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Bicicletas e trotinetes da comunidade Mobilidade

Comentários

Seja o primeiro a comentar