última atualização: 11-03-2019

Apoios e benefícios fiscais para instalações Fotovoltaicas

Boas.

Gostaria de saber se existe ainda incentivos na aquisição de uma instalação fotovoltaica autônoma. Isto é, se há apoios por parte do Estado, e onde se pode recorrer a eles? E se há benefícios fiscais e quais são eles? Obrigado

10167 Visualizações 11 Comentários 0 Gostar
Like

Junte-se a nós

Esta informação foi útil e ajudou-o? Para apoiar a nossa comunidade, registe-se no site. É gratuito, demora menos de um minuto.

  • Pode perguntar e pedir conselhos
  • ler as contribuições dos nossos membros
  • dar o seu contributo 
  • receber o feedback de um especialista em energias renováveis.

Registe-se em DECO PROTESTE para participar.
Entrar ou Registar

Comentários

Melhor resposta
User name
João Silva
25-07-2016
Melhor resposta

Boa tarde, caro Edgar Freitas,

Neste momento não se encontram em vigor quaiquer incentivos fiscais para aquisição de energia solar fotovoltaica.

Os preços praticados para os kits de autoconsumo já permitem prazos de retorno do investimento a partir dos 6 anos. Se considerarmos que a vida útil destes equipamentos pode chegar aos 20 anos, mesmo sem incentivos fiscais, poderá ser um bom investimento.


Com os melhores cumprimentos da equipa do CLEAR Portugal

Melhor resposta
User name
Edgar Freitas
25-07-2016
Melhor resposta

Portanto, está a dizer-me que já não há apoios estatais para quem queira instalar em casa, uma instalação fotovoltaica autônoma? E se for outro tipo de instalação, também não há apoios? Obrigado.
Cps,

Edgar Freitas

Melhor resposta
User name
João Silva
26-07-2016
Melhor resposta

Boa tarde, caro Edgar Freitas,

 Neste momento não temos conhecimento de quaisquer incentivos para aquisição de sistemas fotovoltaicos, qualquer que seja a sua configuração.

 Caso pretenda um sistema solar térmico, mudar as suas janelas por versões mais eficientes ou colocar isolamento térmico, desde o passado dia 8 de julho e até 8 de novembro, poderá candidatar-se ao Aviso 20 - Edifícios Eficientes 2016 ao abrigo do Plano Nacional de Ação para a Eficiência Energética.

 Pode conhecer melhor este programa, aqui.

Com os melhores cumprimentos da equipa do CLEAR Portugal

Melhor resposta
User name
Edgar Freitas
26-07-2016
Melhor resposta

Boa tarde,

Agradeço a vossa resposta. Foi de uma extrema utilidade.
Só mais uma questão. É verdade ou não que o IVA aplicado para a aquisição de uma instalação, seja fotovoltaica ou térmica, está nos 12% como incentivo fiscal? É que tenho feito muitas pesquisas e muito se tem dito acerca disto. Portanto espero contar com a vossa ajuda para esclarecer de vez.

Mais uma vez, agradeço a vossa disponibilidade.

Aguardo pela vossa resposta.

Cps,

Edgar Freitas

Melhor resposta
User name
João Silva
26-07-2016
Melhor resposta

Boa tarde, caro Edgar Freitas,

Durante um período de tempo, a aquisição de equipamento destinado ao aproveitamento das energias renováveis (não se limitando apenas à energia solar térmica ou fotovoltaica), beneficiou da taxa intermédia do IVA.

Esse benefício foi revogado pelo n.º 2 do artigo 123.º da Lei n.º 64-B/2011, de 30 de dezembro o que significa que atualmente é praticada a taxa normal do IVA.


Com os melhores cumprimentos da equipa do CLEAR Portugal

User name
JOSE CIPRIANO
01-07-2018

Boa tarde.

Sou emigrante e tenho uma moradia com otima exposiçao solar, vou a Portugal um mes por ano e pago 24 euros por mes.mais por volta 200 euros de electricidade por ano,gostava de saber se sera rentavel investir num painel solar.obrigado.

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
02-07-2018

Bom dia José,

Recomendamos que escolha um sistema para autoconsumo puro: um em que a totalidade da energia produzida seja absorvida e consumida na instalação de utilização. Assim deve verificar o seu perfil de consumo: idealmente, deverá estar alinhado com o perfil de produção para que toda a energia produzida seja efetivamente consumida na instalação.

Caso a casa só tenha consumo de eletricidade durante uma vez por ano, não está a aproveitar o potencial fotovoltaico durante todo o ano. Para uma correta verificação e dimensionamento do sistema fotovoltaico a instalar. O seu consumo em kWh durante o dia deve ser tomado em consideração e não o valor monetário pago.

A título de exemplo, pode gastar 200€/ano, mas desses valor que vem descriminado em fatura está incluído a contratação dos serviços do fornecor a uma dada potência contratada, mesmo que não haja consumo. Assim por exemplo se paga 8€/mês (ex. em 4.6kVa) de potência contratada, apenas gasta 100€ /ano em eletricidade. A uma tarifa de referência de 0,21€ o seu consumo pode rondar os 1,5 kWh/dia e caso este valor não seja consumido em consonância com a produção fotovoltaica, o investimento não irá compensa. Verifica os valores de energia consumidos em kWh nas suas faturas e que conrrespondem a equipamentos usados durante o dia para que o investimento possa compensar.

Com os melhores cumprimentos

Equipa Energias Renováveis

User name
LUIS GONCALVES
15-10-2018

Qual será o custo de manutenção anual dos paineis fotovoltaicos? É que, dá-me a impressão, que se não estiverem limpos não são tão eficazes. Há acumulação de pós e poeiras que reduzem a recepção de raios solares.
Para a manutenção do Termosifão aquecimento de agua com paiel solar) gasto anualmente 89 Euros.

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
17-10-2018

Olá Luis,

Quanto maior for a receção da irradiação solar, maior será a produção fotovoltaica e se os mesmos se encontram sujos ou sobreados, tando a sua produção como o seu normal funcionamento serão afetados.

O plano de manutenção preventiva anual pode contemplar alguma das seguintes atividades: 

1 - Verificação do Estado do Inversor: 

- Verificação da existência de sujidades, como poeiras, ou outros detritos que possam levar a uma perda de potência e a uma refrigeração insuficiente. 
- Verificação do seu funcionamento 
- Manutenção / limpeza do ventilador do inversor 

2 - Verificação do Estado dos Módulos e das respectivas ligações: 

- Limpeza da parte frontal dos módulos para garantir que a produção de energia não seja afetada. A remoção da sujidade poderá ser efetuada com a passagem de um pano de microfibras e etanol sobre o vidro dos painéis fotovoltaicos. 
Uma ou mais células sombreadas tornam-se centros de consumo e transformar-se em "Hotspots", diminuindo a vida útil do painél. 
- Teste à tensão e corrente por cada painel. Analisa-se se os painéis têm defeitos de produção e se os pontos quentes que podem produzir uma redução de tensão). 
Verifica-se também se as ligações elétricas estão bem ajustadas e que não apresentam sinais de oxidação. 

3 - Verificação do estado dos cabos, uniões e terminais (incluído os cabos para ligação a terra e reaperto dos bornes): 

Com os melhores cumprimentos
Equipa energias renováveis

User name
MARIA MARTINS
10-03-2019

Gostaria de saber quanto custa um painel solar, para uma casa com 4 pessoas, virada na direção N-S. Na compra já que não há quaisquer benefícios fiscais, os bancos oferecem algum benefício nos empréstimos para a compra de painéis solares? O retorno dos investimentos é aproximadamente 6 anos?
Fernanda

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
11-03-2019

Olá Fernanda,

Pretende saber mais informações sobre painéis solares térmicos para águas quentes sanitárias ou paineis solares fotovoltaicos para produção de elétricidade

Cumprimentos

Equipa energias renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.