última atualização: 28/11/2019

Venda do excesso de produção de energia produzida

Boas tardes

Possuo cinco painéis foto voltaicos para consumo próprio da energia produzida. Através da aplicação EDP Re:dy, verifico que após o consumo em casa, uma enorme parte da energia produzida, ( energia sobrante ), é injectada na rede.Assim, com um investimento que me ficou caro, estou, sem querer, a " trabalhar " para a EDP, produzindo e fornecendo-lhe energia que lhe fica de " borla ", e a vende de seguida aos consumidores, por bom preço !!!...Assim, face ao exposto, pergunto :

1 - Poderá a EDP pagar-me, ou descontar na minha factura mensal de electricidade, a energia por mim produzida e injectada na rede ?

2 - Se afirmativo, quais os passos a dar ?Obrigado pela resposta.

Junte-se a nós

Esta informação foi útil e ajudou-o? Para apoiar a nossa comunidade, registe-se no site. É gratuito, demora menos de um minuto.

  • Pode perguntar e pedir conselhos
  • ler as contribuições dos nossos membros
  • dar o seu contributo 
  • receber o feedback de um especialista.

Registe-se em DECO PROTESTE para participar.
Entrar ou Registar

  Comentários

User name
Filipe Pires
25/11/2019

O que lhe aconteceu é exatamente o que acontece com muitas famílias que instalam painéis solares fotovoltaicos sem terem uma correta avaliação das suas necessidades.

Esta avaliação fotovoltaica deve ser feita de maneira criteriosas, para não correr o risco que se verificou consigo. A avaliação do nº de painéis PV deve corresponder a uma produção idêntica ou menor ao que consome no horário solar.

No seu caso e estando a injetar energia a custo zero na rede (que a EDP está a cobrar ao seu vizinho) a única possibilidade é a instalação de um contador de produção e proceder ao respetivo registo como produtor do excedente.

Acontece que existe um investimento a ser feito que dependendo da quantidade de energia excedente pode ser viável ou não.

Parece uma norma da EDP arranjar mini centrais pagas pelo cliente para produzir e cobrar pela mesma.

O negócio da China!

Melhor resposta
User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
28/11/2019
Melhor resposta

Olá José,

Efetivamente pode vender o excedente de produção à RESP.

Deve consultar um instalador credenciado pela DGEG para o efeito e proceder ao seu registo como UPP no Portal do Autocosumo em https://apps.dgeg.gov.pt/DGEG/.

As suas dúvidas podem também ser respondidas em http://www.dgeg.gov.pt/?cr=16664

Com os melhores cumprimentos

Equipa energias renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.