última atualização: 10-04-2018

Instalação de 40Kw

Boas,

Tenho um consumo de 15kw, por hora durante 24h, isto 7 dias por semana.

Estou a pensar investir em um sistema solar de 20kw ou 40kw.

Pelo que venho lendo e analisando posso instalar de 2 maneiras, autoconsumo ou UPP. 

A minha questão é se posso ter os dois modelos?Por exemplo 20KW para o consumo da casa em Bi-horario ou Tri-Horario e o excedente ser vendido a "0.05€ +/-"

E ter mais uma instalação de 20KW para vender a UPP a "0,095€"

Obrigado

Junte-se a nós

Esta informação foi útil e ajudou-o? Para apoiar a nossa comunidade, registe-se no site. É gratuito, demora menos de um minuto.

  • Pode perguntar e pedir conselhos
  • ler as contribuições dos nossos membros
  • dar o seu contributo 
  • receber o feedback de um especialista.

Registe-se em DECO PROTESTE para participar.
Entrar ou Registar

Comentários

Melhor resposta
User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
10-04-2018
Melhor resposta

Olá Hugo,

A cada instalação de utilização (identificada pelo respetivo CPE quando exista contrato para o fornecimento de eletricidade), só pode ter associada uma só unidade de produção, seja ela uma UPP ou uma UPAC. Não há, contudo, limitações quanto ao número de instalações de utilização que cada pessoa pode ter e caso detenha diferentes unidades de utilização (ou diferentes CPE em seu nome) a cada uma delas pode corresponder uma UP, seja ela uma UPP ou UPAC.
O artigo 24º do Decreto-Lei 153/2014 define valor da energia injetada pelo produtor como 90% dos preços de fecho do Operador do Mercado Ibérico de Energia (OMIE). Isto significa que o valor varia mensalmente, podendo verificar em http://www.omie.es/pt/inicio

Terá maior retorno do seu investimento se a eletricidade produzida for totalmente consumida na sua instalação. Nesse caso, a energia não consumida valerá o preço a que a compra, que deverá ser cerca de 0,20€/kWh (já com IVA), muito superior ao valor a que conseguirá vender a energia não consumida.

O nosso conselho tem ido sempre no sentido de conhecer o seu perfil de cargas e dimensionar corretamente o sistema para não produzir mais do que consome, evitando os excedentes.

Para a escolha acertada entre uma UPAC ou UPP deve ter em consideração a recuperação do investimento entrando como parâmetros as taxas de registos que dependem das características da unidade de produção, nomeadamente se pretende injetar na rede e qual a potência instalada, de acordo com o previsto no art.º 19.º da Portaria n.º 14/2015. Como também o investimento a fazer para instalação de um contador de energia. Apenas as UPAC com potências inferiores a 1,5 kW sem ligação à RESP, ou que não pretendam transacionar garantias de origem, estão isentas de efetuar registo e portanto isentas de pagamento de taxa de registo.

A Portaria n.º 32/2018 de 23 de janeiro fixou em 95 €/MWh, a tarifa de referência aplicável durante o ano de 2018, bem como as percentagens aplicáveis consoante o tipo de energia primária utilizada mantendo-se os valores dos anos anteriores.

Com os melhores cumprimentos

Equipa CLEAR Portugal

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.