última atualização: 24-05-2019

Monocristalino ou Policristalino melhor Produção

Boas tardes, estou para adquirir um KIT de paineis FV, mas como no vosso simulador os mesmos não estão referidos, venho por este meio solicitar, qual a melhor opção:

  • Kit Autoconsumo 1450W com 5 Módulos Rec TwinPeak 290W Policristalinos  + 1 Inversor Solax X1 1.5
  • Kit Autoconsumo 1340W com 4 Módulos LG Neon 2 335W Monocristalinos  + 1 Inversor Solax X1 1.5

Sendo a minha casa virada a sul com telhado plano e amplo na zona de Oeiras, qual a melhor decisão, monocristalino ou policristalino, assim o que premitir uma maior rentabilidade e eficiencia anual sendo que a proposta apresenta preços identicos.

Cumprimentos

Vasco 

 

Junte-se a nós

Esta informação foi útil e ajudou-o? Para apoiar a nossa comunidade, registe-se no site. É gratuito, demora menos de um minuto.

  • Pode perguntar e pedir conselhos
  • ler as contribuições dos nossos membros
  • dar o seu contributo 
  • receber o feedback de um especialista.

Registe-se em DECO PROTESTE para participar.
Entrar ou Registar

Comentários

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
24-05-2019

Olá Vasco,

Será importante explicitar um pouco as diferenças entre as duas tecnologias que refere: um módulo fotovoltaico é composto por várias células de silício, que são produzidas a partir de "bolachas" submetidas a vários processos, com a impressão dos contactos metálicos frontais e posteriores para possibilitar a recolha dos eletrões libertados através do efeito fotovoltaico.
A tecnologia é similar para ambos os casos descritos, mas a pureza do silício é um pouco superior, no caso das células monocristalinas, podendo significar uma eficiência, por m2, um pouco superior, quando comparado com as de policristalino.
Sendo um pouco superior, no caso do monocristalino, por vezes podemos encontrar painéis que têm menos área de captação aproveitada. A diferença de tecnologias tem um grande impacto quando existe limitações de espaço. Pode até encontrar painéis fotovoltaicos de tecnologia policristalina que produzem mais energia que um painel monocristalino. Depende do aproveitamento total da área do módulo com as células.

Na maioria dos casos as células de silício monocristalinos são produzidas a partir de “bolachas” (em inglês: “Waffles”) onde as extremidades são cortadas, sendo a sua área de captação mais diminuta, não diferenciando, em muito, a diferença de produção de um painel monocristalino para policristalino, pois, apesar da célula menos eficiente (poli), a área de absorção é maior.

Chamo a atenção que um dos módulos (LG Neon2) apresentados é bifacial, sendo usado um "transparente" na folha de trás. Assim, possibilita uma maior área de captação, em alturas em que o sol se apresenta pela direção mais a norte, absorvendo maior irradiância durante o dia (no verão) e, se a sua disposição assim o permitir.

Equipa Energias Renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.