última atualização: 02/07/2018

Painel fotovoltaico dedicado à Bomba da Piscina

Boa tarde,

Nestes meses de verão tenho sempre um elevado consumo de eletricidade, pois tenho de manter a bomba da piscina em funcionamento durante várias horas. Estava a pensar colocar um painel fotovoltaico dedicado apenas à bomba da piscina, sem uso adicional de baterias. Será que compensa o investimento? Qual a empresa que poderá fazer este estudo na região da grande lisboa?

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Produzir eletricidade da comunidade Energias Renováveis

1 Comentários

Filtrar por :
Melhor resposta
Faça login para aceder a este conteúdo. 
02/07/2018
Melhor resposta

Olá Luis,


O sistema fotovoltaico pode ser dimensionado apenas para compensar o consumo da bomba ao longo do dia.


É importante salientar que se dimensionar a potência fotovoltaica para o uso exclusivo da bomba da piscina, o possível investimento mais elevado dos equipamentos não estará otimizado para todo o ano, não aproveitando todo o potencial de produção elétrica anual.
Caso o dimensionamento seja feito e dedicado apenas aos consumos da bomba da piscina, podemos ter um sobredimensionado para o resto do ano e assim um retorno inferior face ao investimento.


A produção de eletricidade em mais de metade do ano (dois terços do ano, aproximadamente) não será consumida e é entregue à rede de forma gratuita. Desta forma, o sistema não seria otimizado para que possa obter o melhor rácio de eletricidade produzida e autoconsumida anualmente.


Com este pressuposto, o investimento em autoconsumo compensa! Mas a empresa a contratar deve fazer o dimensionamento do sistema fotovoltaico de acordo com os dados do seu consumo diário, durante todo o ano, e verificar o investimento versus o retorno que teria.
Antes de qualquer investimento, deve verificar as seis regras de ouro a ter em conta, para a instalação de um sistema de autoconsumo.

Sendo o autoconsumo um investimento que compensa, outra forma de reduzir significativamente o consumo de energia da bomba da piscina, apareceram as bombas de velocidade variável. Foram concebidas para trabalhar em diferentes regimes (com caudais e consumos energéticos diferentes) em função das necessidades.

Com os melhores cumprimentos
Equipa Energias Renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.