última atualização: 15-12-2017

Painel solar térmico

Boa tarde

necessito de ajuda para aquisição de 1 painel solar térmico que se destina unicamente a aquecer água para banhos. Preciso que me ajudem na indicação da potência necessária e do restante material que teremos de adquirir. Penso, pelo que li, que o sistema para a nossa moradia unifamiliar, será o sistema de circulação forçada (o arquitecto projectou um espaço no exterior para albergar um depósito para acumular a água quente):

Casa Virada a norte

Colocação no telhado (3/4 metros de altura)

2 pessoas (2 banhos no máximo por dia)

na maioria das vezes à noite

Potência recomendada (a máxima para não correr riscos de ter agua fria ou morna)

E quais os componentes que teremos também de adquirir (depósito, etc.)

Por fim, conseguem ter preços indicativos?

Muitíssimo obrigada

Maria Rodrigues

 

Junte-se a nós

Esta informação foi útil e ajudou-o? Para apoiar a nossa comunidade, registe-se no site. É gratuito, demora menos de um minuto.

  • Pode perguntar e pedir conselhos
  • ler as contribuições dos nossos membros
  • dar o seu contributo 
  • receber o feedback de um especialista.

Registe-se em DECO PROTESTE para participar.
Entrar ou Registar

Comentários

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
04-12-2017

Olá Maria,

Antes de falarmos sobre qual o sistema solar térmico a instalar, quando menciona a casa virada para Norte, pretende afirmar que também tem cobertura inclinada para norte?

É essencial colocar os painéis térmicos direccionados para sul (a orientação do telhado tem que estar a S,SE ou SW, ou terraço/terreno sem sombreamento), é o que está projetado? estamos perante uma moradia já construída? tem acesso gás natural?

Cumprimentos
Equipa CLEAR Portugal

User name
M. JOSE RODRIGUES
04-12-2017

Viva Bruno, coloquei a questão ao arquitecto. Mas como a casa é em linhas direitas, sem telhado, mas com terraço, deduzo que seja esta modalidade/terraço/terreno sem sombreamento

User name
Antonio Monteiro
05-12-2017

Olá.
Um dado relevante para projecto dado ser uma construção nova é cumprir regulamento.

Independentemente do número de utilizadores indicado o sistema de preparação deve ser dimensionado pela topologia da habitação; num T3 p.ex. prever 4 utilizadores.

Outra questão pode passar pelo sistema de climatização que poderá complementar ou não o sistema solar para AQS ( água quente sanitária).

Outra dica ... a solução deve ter uma base renovável pelo que pode ser utilizada como opção um sistema aerotermico ( bomba de calor) caso de um telhado virado a norte p.ex.

Outra dica... apesar de no projecto estar previsto um sistema solar forçado confirmar ( se for o caso) que a tubagem instalada respeita os requisitos de um sistema forçado.

Preferir ainda sistemas de acumulação de água que garantam produção ( aquecimento) instantânea ou seja coincidindo no tempo com o uso. Esta é uma questão vital na garantia sanitária de onde se destaca o controlo da legionella.

A.M.

User name
M. JOSE RODRIGUES
05-12-2017

Boa noite António, teremos todas as suas dicas em consideração. Sabe onde posso consultar a regulamentação/legislação? Na ERSE?
Muito obrigada
Maria

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
06-12-2017

Se é uma casa nova o Decreto-Lei n.o 80/2006 obriga efectivamente a instalação de sistemas solares para aquecimento de águas quentes sanitárias desde que tenha exposição solar adequada, ou seja, uma cobertura em terraço ou cobertura inclinada com azimute entre SE e SW (se for de 2 águas orientadas a E e W ou N não é obrigatório ter sistema solar). Sendo obrigatório sistema solar, o mesmo pode ser substituído por outra fonte de energia renovável, desde que esta produza em serviço de AQS o mesmo que o sistema solar produziria, nas condições definidas em regulamento. Por exemplo, uma caldeira a biomassa ou uma bomba de calor permite isso.

A legislação não define a obrigatoriedade de ser circulação forçada (pode ser termossifão) desde que "1 m2 de colector por ocupante convencional previsto, conforme definido na metodologia de cálculo das necessidades nominais de energia para aquecimento de água sanitária referida no artigo 11.º, podendo este valor ser reduzido por forma a não ultrapassar 50% da área de cobertura total disponível, em terraço ou nas vertentes orientadas no quadrante sul, entre sudeste e sudoeste.

Fale com o projetista para o cumprimento da legislação e melhor optimização do sistema escolhido.

A Maria pode consultar os componentes necessários aqui

Alguma dúvida disponha,

Equipa CLEAR Portugal

User name
João Silva
15-12-2017

Bom dia Bruno Miguel,

  Apesar de a obrigatoriedade se manter, o Decreto-Lei 80/2006 já foi revogado pelo Decreto-Lei 118/2013.

  As características dos sistemas solares térmicos encontram-se descritos na Portaria 349-C/2013, bem como a possibilidade de optar por outra fonte de energia renovável, caso a contribuição renovável se mantenha.

  Poderá encontrar os documentos em:

      118/2013

      349-C/2013

Melhores cumprimentos

         João Silva

User name
M. JOSE RODRIGUES
15-12-2017

Penso que a obrigatoriedade mantém-se. Entretanto o nosso arquitecto já nos enviou a resposta à questão da orientação,
a orientação dos painéis solares actual é ligeiramente Sw, mais rigorosamente é de Sul-Sueste, com a possibilidade de serem rodados 20º para ficarem na solução óptima. Podem então recomendar-me um fabricante e um local para sondar orçamento?
Com os meus melhores cumprimentos,
Maria Rodrigues

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
15-12-2017

Olá Maria,

Pode consultar o resultado dos nossos ensaios neste forum ou diretamente no site principal

Pode verificar a rede de instaladores no site da APISOLAR

Com os melhores cumprimentos da Equipa CLEAR Portugal

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.