Notícias

Mudar de operadora ou de tarifário: finte os obstáculos mais comuns

Imigração ou desemprego: quais são os meus direitos?

Quem vai emigrar ou fica desempregado e está abrangido por um período de fidelização também poderá ter dificuldades em cancelar os serviços de telecomunicações.

Se o contrato previr essas situações, basta referi-las ao operador. Caso contrário, pode tentar apelar à compreensão da empresa. Exponha a situação por escrito e inclua comprovativos de que vai mudar de país ou de que está desempregado.

Se a empresa recusar, a solução mais simples é tentar negociar um pacote mais barato.

Outras opções são avançar para um julgado de paz ou centro de arbitragem de conflitos de consumo. Antes, faça as contas ao que falta pagar do período de fidelização e aos custos do processo.

As situações de desemprego estão frequentemente associadas à alteração das condições financeiras do agregado familiar. É sabido que o sobre-endividamento ainda afeta uma grande parte dos portugueses, pelo que seria prudente prever um tratamento específico dessas situações.