Notícias

$name

Televisão com canais infantis e de cinema, minutos para chamadas de telefone e Internet: os extras da oferta dos funcionários da Cabovisão que visitaram o nosso leitor em casa convenceram-no a assinar contrato. A Carlos Rebelo, de Aldeia de Paio Pires (Seixal), agradou também a oferta da primeira mensalidade. Tinha a possibilidade de desistir durante 14 dias, sem penalização.

Adesão a custo
A instalação dos equipamentos só foi feita uma semana depois. Descontente com o serviço, Carlos desistiu 8 dias mais tarde na loja da Cabovisão perto da sua zona. Informaram-no de que o serviço só ficaria desativado um mês depois e que teria de pagar 7 dias de serviço, pois já ultrapassava os 30 dias gratuitos. Mas o nosso associado acabou por receber uma fatura de 166,56 euros. Esta era a soma das despesas do processo de adesão que a Cabovisão garantiu ser gratuito.

Carlos pediu a nossa ajuda. A resposta ao nosso contacto demorou mais de 3 meses, mas valeu a espera: a empresa anulou € 150,67 de cobranças ilegais.

Mais de 3 meses após o nosso contacto, a Cabovisão refez as contas e cortou € 150,67 aos € 166,56 exigidos de início na fatura. Dado que o consumidor desistiu dentro do prazo dos 14 dias, não tem de suportar quaisquer custos de desativação do serviço.