Primeiras impressões

Roundup Gel pode ser vendido mas não é uma boa escolha

05 junho 2014

05 junho 2014

O herbicida tem sido alvo de campanhas internacionais contra a sua utilização, mas a sua venda em território da União Europeia está autorizada pela European Chemicals Agency (ECHA) e pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária.

Uma dúvida colocada por alguns leitores na nossa página no Facebook levou-nos a investigar a legalidade da venda do herbicida Roundup Gel, usado para eliminar as plantas infestantes de jardins e hortas familiares. A verdade é que o glifosato, o princípio ativo deste herbicida, está autorizado pelas entidades competentes – a ECHA e a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária.

O glifosato é um dos agentes biocidas mais comercializado à escala mundial e apenas pode ser interdito na Europa se a ECHA validar estudos científicos que suportem a necessidade da sua retirada do mercado. Como, até à data, tal não aconteceu, o produto pode continuar a ser vendido e publicitado, mesmo para uso não profissional.

Eficaz mas pouco prático
O Roundup Gel anuncia-se como um produto fácil de usar: basta passar o gel sobre as folhas ou partes verdes da planta, sendo depois conduzido até às raízes. Por não ser vaporizado nem aplicado na rega tem uma eficácia seletiva, não afetando o resto das flores e plantas próximas. Mas só é possível de usar em folhas de alguma dimensão e a quantidade não é assim tão fácil de dosear. Além disso, é difícil fazer a aplicação apenas com uma mão. É necessário fazer pressão na parte debaixo das folhas com a outra mão, o que implica manusear a planta quando se está a aplicar o herbicida, cujo princípio ativo é perigoso e só deve ser manipulado com luvas.

O glifosato mata qualquer planta indesejada com a qual entre em contacto e, neste sentido, o herbicida é eficaz. No entanto, é necessário esperar uma ou duas semanas para que a planta morra e, nalguns casos, poderá ser necessário uma nova aplicação. O outro contra: não há garantias de que, em caso de chuva, o herbicida não contamine a terra e, consequentemente, as plantas e legumes adjacentes.

Concluímos que o Roundup só será uma boa opção para plantas com raízes muito profundas e, por isso, muito difíceis de arrancar. Caso contrário, arrancar, à mão, a planta que se pretende eliminar é uma escolha mais conveniente e menos arriscada.