Notícias

Programa de Incentivo à Reabilitação Urbana pode financiar as suas obras

Substituir as janelas por outras com vidro duplo e corte térmico ou instalar painéis solares são exemplos de obras que podem ser financiadas pelo Instrumento Financeiro de Renovação e Revitalização Urbana (IFRRU).

08 fevereiro 2018 Em atualização
Fundo de Eficiência Energética

Quer isolar a sua casa, mas é uma obra dispendiosa? Se tem planos para renovar e, ao mesmo tempo, tornar a casa mais eficiente energeticamente, pondere concorrer ao apoio do Instrumento Financeiro de Renovação e Revitalização Urbana (IFRRU). Este reúne o capital dos fundos europeus do PORTUGAL 2020 e de outros vindos do Banco Europeu de Investimento e do Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa.

O apoio consiste num empréstimo até 20 anos, com uma taxa de juro mais baixa, e é posto em prática ao balcão dos bancos Santander Totta, Banco BPI, Millenium BCP e Popular. Estas quatro instituições bancárias ganharam o direito a operacionalizar este apoio, depois de um concurso público. As candidaturas ao fundo podem ser apresentadas em qualquer altura e sem limite.

Para se candidatar, a sua casa tem de estar localizada numa zona do município definida como Área de Reabilitação Urbana (ARU). Verifique aqui se é o caso da sua ou avance diretamente para um pedido de parecer de enquadramento à câmara municipal da localização do imóvel. A seguir tem de pedir o Certificado Energético do imóvel, elaborado por um perito qualificado pela ADENE, e só então avança com um pedido de financiamento junto dos bancos.