Notícias

O melhor desentupidor quando os truques não resolvem

Início

Se já experimentou todas as soluções caseiras e não resultaram, o nosso teste revela qual o desentupidor químico à venda mais eficaz. 

  • Dossiê técnico
  • Alexandre Marvão e António Souto
  • Texto
  • Myriam Gaspar e Nuno César
27 março 2019
  • Dossiê técnico
  • Alexandre Marvão e António Souto
  • Texto
  • Myriam Gaspar e Nuno César
desentupidores

iStock

O lava-loiça entupiu. A água teima em não ir para baixo. É tudo o que não deseja, depois de um dia de trabalho extenuante. O que fazer agora? Quando um ralo entope, é preciso agir rapidamente. Protelar a situação pode transformar um pequeno problema doméstico num pesadelo.

A solução, apesar de não ser ecológica nem a mais económica, é recorrer a um desentupidor químico de compra adequado. Encontra no mercado uma variedade considerável de produtos, com preços muito díspares, que podem ir de quase dois euros a mais de 12. É, por isso, lícito perguntar o que os distingue. A resposta: os ingredientes que os compõem, isto é, soda cáustica granulada, líquida ou com lixívia.

Para ajudar a escolher o melhor, testámos 16 marcas com estes três tipos de composição. Medimos o tempo que cada produto demora a atuar e o pH, que aumenta ou reduz a eficácia, consoante é alcalino ou ácido. Avaliámos também a agressividade, para sabermos até que ponto danifica os materiais de cerâmica, acrílicos, cromados, de ferro, cobre, PVC, inox ou silicone. Por último, considerámos as instruções de segurança no rótulo.

Caso as soluções caseiras e os desentupidores químicos não resultem, recorra a um profissional. De nada serve insistir. É melhor chamar o canalizador. Mas, antes, pergunte quanto custa o serviço, para não ter uma surpresa desagradável com a conta.

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.