Notícias

Colhogar Aqua Tube: deitar o tubo na sanita pelo conforto?

15 novembro 2013 Arquivado

15 novembro 2013 Arquivado

A Colhogar convida a deitar o tubo Aqua Tube na sanita. A marca de papel higiénico promete conforto e respeito pelo ambiente, mas os argumentos não convencem.

Biodegradável e descarregável. Assim se apresenta o papel higiénico Colhogar Aqua Tube, que possui um tubo de papel com estas características. A marca alega que “oferece aos consumidores o conforto e comodidade durante as suas idas à casa de banho”. Esta marca vê ainda o Aqua Tube como “o futuro dos papéis higiénicos nos próximos anos”.

Trata-se de uma falsa questão de conforto e ambiente. O Aqua Tube permite ao consumidor “descarregar” o tubo vazio na sanita, em vez de o depositar no ecoponto para reciclagem do papel. O tubo dissolve-se de imediato em contacto com a água. A marca garante que este papel é o resultado de 5 anos de pesquisa e “ajuda a manter a casa de banho limpa e arrumada. Graças ao Aqua Tube, os rolos no chão desaparecerão”.

Na prática, não custa nada “chutar” o tubo para o contentor da reciclagem do papel/cartão. O argumento da arrumação é pouco convincente.

Tubo tem mais valor reutilizado
O Aqua Tube é fabricado a partir de materiais renováveis e biodegradáveis: 100% de polpa de madeira oriunda de fornecedores certificados por cultivo sustentável. Mas já que a marca se preocupa em garantir a origem sustentável da polpa de papel, seria bem mais adequado o fabrico do rolo a partir de materiais reciclados. Todos os anos são produzidas cerca de 700 milhares de toneladas de resíduos de papel, algumas das quais podem ser usadas neste fabrico.

A marca convida o consumidor a deitar o tubo na sanita, desaproveitando-se assim um material que poderia ser reciclado. Desiluda-se: esta opção não é mais ecológica.
A marca convida o consumidor a deitar o tubo na sanita, desaproveitando-se assim um material que poderia ser reciclado. Desiluda-se: esta opção não é mais ecológica.
A sustentabilidade passa pela reutilização ou reciclagem do material. Neste caso, ao convidar o consumidor a deitar o tubo na sanita, a Colhogar elimina estas hipóteses de valorização.

Prefira rolos de papel higiénico compactos
A melhor opção são rolos compactos, com mais papel no mesmo espaço, que durarão mais tempo do que os rolos tradicionais. Escolha versões que exibam o rótulo ecológico europeu ou, se não houver disponível, as produzidas em celulose reciclada ou a partir de madeira de cultivos sustentáveis.

Em casa guarde os rolos junto dos outros materiais em papel ou cartão e visite o contentor azul mais perto de si.
Para promover este papel higiénico, a Colhogar promete conforto e respeito pelo ambiente, argumentos que não convencem.
Para promover este papel higiénico, a Colhogar promete conforto e respeito pelo ambiente, argumentos que não convencem.