Notícias

Sistemas solares térmicos: há empresas que não apresentam a melhor solução

Não ligar ao que o consumidor quer

Nove vendedores ignoraram a preferência pelo sistema solar e propuseram a instalação apenas de uma bomba de calor para aquecer a água, considerando ser a melhor solução. Mas, quando insistimos no sistema solar térmico, não indicaram a bomba de calor como apoio. Outros seis vendedores também começaram por propor este equipamento, mas, ao indicarmos a preferência pelo solar, disseram que poderia ser usada como apoio, por ser muito eficiente e garantir maiores poupanças.

Quanto ao sistema solar térmico em si, a opção é entre circulação natural (termossifão), com reservatório horizontal junto ao coletor solar, ou circulação forçada, no qual o reservatório vertical fica no interior da habitação. Para a casa do nosso cenário, dado não haver restrições, ambos os sistemas eram viáveis, mas o de circulação forçada poderia ser mais eficiente e permitir maior poupança na fatura. Apenas 15 profissionais referiram a existência dos dois tipos de sistema solar. Destes, quatro aconselharam o termossifão e sete a circulação forçada. Já quatro vendedores não indicaram de forma explícita nenhuma das soluções: Leroy Merlin (Braga), SunEnergy (Coimbra), SunEnergy (Oeiras) e Electroalbi (Castelo Branco). Nas restantes empresas, só foi mencionado um dos sistemas, sendo que dez apresentaram o termossifão e nove o de circulação forçada.

Para garantir o conforto e a máxima poupança, é necessário que o reservatório onde é armazenada a água quente tenha a capacidade certa. Para uma família de quatro, consideramos, como referência, um consumo diário de 40 litros de água quente por pessoa, o que implica um reservatório de 200 litros. Se o consumo habitual for superior, ou se forem frequentes situações de maior consumo, será conveniente um reservatório de 300 litros.

Regra geral, os profissionais propuseram reservatórios de 200 ou 300 litros. Só a Luz Líder (na Maia) aconselhou, para apoio aos coletores solares, uma bomba de calor de 500 litros: muito acima das necessidades de água quente da família.