Primeiras impressões

$name


Apenas 7 dias após divulgarmos o tarifário da Endesa vencedor do leilão de eletricidade, a EDP anunciou dois novos tarifários que assumem os 5% como desconto na eletricidade: o EDP Casa Click, na tarifa simples da eletricidade, e o EDP Casa Total Click, para quem também tiver gás natural. O desconto de 5% na eletricidade, comum aos dois tarifários, incide sobre a potência contratada e a energia consumida. Como o tarifário da Endesa que venceu o leilão só abrange o consumo de eletricidade, a redução na fatura conseguida com o tarifário da EDP é um pouco maior.

Fizemos os cálculos para a eletricidade e concluímos que o novo tarifário da EDP é, atualmente, o mais vantajoso a partir dos 3,45 kVA de potência contratada. Nas potências mais comuns (3,45 e 6,9 kVA), a poupança num ano é de € 18 e € 31 face à tarifa regulada. Quando comparado com o tarifário da Endesa que venceu o leilão, a poupança é de € 4 e € 8 anuais, respetivamente.

Tarifários em confronto

Para potências de 3,45 kVA, os associados da DECO que adiram ao tarifário vencedor do leilão, da Endesa, poupam € 1 num ano face ao EDP Casa Click contabilizando o valor da comissão.

Tarifários EDP Casa Click e Casa Total Click ao pormenor

Os novos tarifários da EDP não se aplicam a todos os consumidores. Quem quiser bi-horária fica de fora. O mesmo acontece se pretender uma potência inferior a 3,45 kVA ou consumir mais de 500 m3 de gás natural anualmente.

Para usufruir dos descontos, a EDP obriga ainda à adesão exclusiva via Net e à aceitação do pagamento por débito direto. Viola assim a recomendação da ERSE que considera importante haver, pelo menos, dois meios de pagamento disponíveis para os consumidores. A EDP também condiciona a faturação a cada dois meses e a fatura apenas é enviada por e-mail.
Pela primeira vez, a EDP indica no contrato que não existe penalização caso o consumidor desista do mesmo antes do final do prazo, respondendo a uma velha exigência da DECO. Esta foi uma condição para o tarifário vencedor do leilão, o que representa um avanço decisivo na defesa do consumidor.

Embora o sítio da EDP refira que estes tarifários não dependem das revisões trimestrais nas tarifas transitórias efetuadas pela ERSE, o mesmo não consta do contrato nem das condições apresentadas no seu sítio. Esta garantia consta do contrato da Endesa, vencedora do leilão.

Os tarifários da EDP podem ser subscritos até 30 de junho.

Oferta dupla não compensa

Quanto ao gás natural, o desconto apresentado parece tentador (10% no termo fixo e no consumo), mas, feitas as contas para um consumo anual de gás de 320 m3, verificámos que é mais vantajoso contratar o EDP Casa Click, para a eletricidade, e o Goldenergy Goldgás, para o gás natural. Como este tarifário apresenta uma redução significativa no termo fixo, correspondente a 20% da fatura, revela-se mais barato em todos os cenários.

O melhor para os nossos associados

Caso seja associado, a adesão ao tarifário da Endesa que venceu o leilão compensa em termos económicos para potências até 4,6 kVA devido ao re-embolso da comissão devida pela assinatura do contrato. A partir dos 5,75 kVA, o tarifário da EDP já permite uma poupança maior. Se também tiver gás natural, o nosso protocolo com a Goldenergy, além da redução do termo fixo referida acima, dá-lhe ainda um desconto de 3% no consumo. A proposta da EDP Casa Total Click nunca compensa.