Notícias

Tarifários EDP Click: descontos caem a pique

25 julho 2013 Arquivado

25 julho 2013 Arquivado

A nova versão dos tarifários Click é menos atraente. As condições são semelhantes, mas os descontos baixaram e são agora de 3% na eletricidade e 5% no gás, se contratado em simultâneo. O consumidor sai a perder, porque há dois meses a EDP aplicava reduções de 5% e 10%, respetivamente.

Existem  tarifários mais vantajosos do que os Click, como pode conferir no simulador. Se procura um plano só para a eletricidade ou um combinado com gás natural, as maiores poupanças não moram aqui.

O nome é igual, mas os tarifários EDP mudaram. A grande diferença está na diminuição dos descontos proporcionados. Por exemplo, um consumidor com uma potência elétrica contratada de 3,45 kVA e um consumo anual de 1700 kWh pagava € 389,50 com a versão anterior do tarifário. Com os novos planos, a fatura é de € 397,04, ou seja, há um aumento anual de 7,54 euros. Portanto, as propostas da EDP em resposta ao leilão da eletricidade promovido pela DECO eram mais vantajosas para o consumidor do que as atuais. 

O tarifário Casa Click é para contratar só eletricidade. O Casa Total Click destina-se a clientes de eletricidade e gás. Ambos deixam de fora quem quiser tarifa bi-horária ou tiver uma potência contratada inferior a 3,45 kVA. Os descontos anunciados no gás natural não se aplicam aos escalões de maior consumo (escalões 3 e 4), mas a publicidade passa a ideia de que são válidos para todos os consumidores. A EDP agora não indica se os preços destes planos irão variar com as revisões trimestrais da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), uma omissão que consideramos inaceitável. 

Quer o Click quer o Total Click exigem pagamento por débito direto, fatura eletrónica com periodicidade mensal (na versão anterior era bimestral) e adesão online. Ao contrário, por exemplo, de alguns tarifários da Galp on, não incluem penalização por resolução antecipada ou período de fidelização, o que é uma boa prática.