Notícias

Tarifário DECO/Endesa: mude sem penalizações

19 fevereiro 2014 Arquivado

19 fevereiro 2014 Arquivado

Se aderiu ao tarifário do leilão e sentiu os recentes aumentos na fatura, existem melhores opções. O contrato celebrado com a Endesa não tem fidelização e permite sair a qualquer momento, sem custos.

Verifique qual o plano ideal para o seu perfil de consumo no nosso simulador. Desde o início do ano, todos os consumidores pagam mais pela eletricidade, estejam ou não no mercado liberalizado, qualquer que seja a empresa. A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aumentou o valor das componentes reguladas com reflexos na sua fatura em 2014. As empresas decidem se absorvem esse aumento ou em que medida o refletem na conta dos seus clientes.

A Endesa optou por aplicar na totalidade o aumento das componentes reguladas definido pela ERSE no tarifário obtido com o leilão de eletricidade de maio de 2013. Como anunciámos no lançamento, o tarifário era válido por 12 meses e isento das revisões trimestrais das tarifas transitórias publicadas pela ERSE, mas não era isento da variação das tarifas de acesso, componentes reguladas, definida anualmente pela ERSE.

Simule e encontre opções mais baratas
Para muitos consumidores, o tarifário obtido com o leilão continua a ser mais barato face ao mercado regulado na tarifa simples. No caso da tarifa bi-horária, existem opções mais vantajosas, como o novo tarifário DECO/Endesa.

Em resposta à evolução do mercado, o novo protocolo que negociámos com a Endesa é hoje a proposta mais barata para a maioria dos consumidores. O contrato com a Endesa permite sair a qualquer momento sem penalização. Esta foi uma das conquistas da nossa iniciativa, pioneira em Portugal, que revolucionou o mercado da eletricidade e beneficiou direta e indiretamente cerca de 600 milhares de consumidores.

Estamos atentos às novas propostas neste mercado livre, para mostrar os melhores planos e apoiar os consumidores em qualquer mudança.