Notícias

DECO exige contadores acertados

11 julho 2012 Arquivado

11 julho 2012 Arquivado

As compensações aos clientes lesados já estão definidas e aprovadas, mas a auditoria independente a todos os contadores continua a ser urgente.

Após a decisão da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), a EDP terá de compensar mais de 105 mil clientes afetados em 4,1 milhões de euros. A DECO continua a defender a urgência de uma auditoria independente para avaliar a dimensão do problema que, insiste, não está resolvido. A ERSE conduziu o processo de forma célere: pela primeira vez, não usou o prazo de 30 dias após receber o parecer do Conselho Tarifário. Tal demonstra a urgência na resposta a dar aos consumidores, bem como a severidade do problema na sua real extensão.

A amplitude dos erros nos contadores com tarifa bi-horária dos clientes da EDP, situação denunciada pela DECO em junho, é maior do que inicialmente se calculava. Prova disso é a decisão da ERSE.

Numa primeira fase, o regulador dos serviços energéticos, tal como o operador da rede de distribuição, subestimaram o problema, algo que a DECO desde logo contestou. Agora, a ERSE define o montante global a creditar aos consumidores com aparelhos incorretamente reparametrizados ou relógios imprecisos, tendo apenas em consideração a marca e as séries referenciadas pela própria EDP e não a real dimensão do problema.

Penalizar a EDP
A DECO entende que, com esta decisão, a ERSE, mais do que ressarcir o universo delimitado de 105 mil clientes, pretende penalizar a EDP, razão pela qual estabelece critérios uniformes para todos os lesados, aplicados a contadores certos, adiantados ou atrasados.

A DECO considera ser necessário aferir a verdadeira dimensão dos contadores com anomalias. Por isso, é cada vez mais urgente realizar uma auditoria independente, já prevista e anunciada pela ERSE. Só desta forma o regulador terá dados concretos. Desde o início, a DECO reivindicou uma auditoria independente e tudo fará para que o timing da sua operacionalização seja o mais curto possível. A participação dos consumidores é essencial.

A EDP tem mobilizado meios no terreno para intervir nos contadores com anomalias. Queremos continuar a acompanhar todo o processo: contacte o nosso serviço de informação (808 200 145 ou 218 410 858, se ligar de telemóvel). Precisamos que nos forneça o nome, e-mail, telefone, localidade e o n.º de identificação do local (procure-o na sua fatura da eletricidade). Indique à nossa equipa o motivo do seu contacto: contador sem relógio ou intervenção da EDP no contador.

O mínimo que se pode exigir à EDP é manter um controlo rigoroso da qualidade dos seus instrumentos de medição e faturação. Saiba se está a ser lesado com o desfasamento do relógio do seu contador, divulgue o nosso protesto (www.deco.proteste.pt/contadores-certos).


Imprimir Enviar por e-mail