Notícias

Como contornar o sobe e desce dos tarifários de eletricidade em 2019

“Desconto de amigo” pode sair caro

Com uma quota superior a três quartos dos contratos domésticos de eletricidade em mercado liberalizado, a EDP Comercial lançou o tarifário “Desconto de amigo”. Cada cliente EDP Comercial recomenda ao comercializador um amigo. Este não pode ter contrato com a empresa, e tem de inserir, no site da EDP Comercial, o código que recebeu, relativo à recomendação. Então, quem fez a recomendação passa para um tarifário com preços muito aliciantes (desde que aceite a fatura eletrónica e o débito direto).

Com o tarifário “amigo”, o cliente pode ter uma poupança de cerca de 6% face ao tarifário mais baixo comercializado da EDP Comercial, mas o amigo recomendado fica com um tarifário cujos preços estão acima das tarifas reguladas. Ou seja, quem faz a recomendação sai a ganhar, e quem se torna novo cliente não fica com a opção mais vantajosa do mercado. Parece-nos um preço pouco interessante a pagar quando o assunto são as amizades.

Olhe para a fatura e saiba se pode poupar

Como o nosso artigo demonstra, o mercado mudou e, nalguns casos, os consumidores poupam menos este ano do que em 2018. Analisando os tarifários mais vantajosos na tarifa simples, e que se encontram abaixo da tarifa regulada, verificamos que, nas potências de 3,45kVA a 6,9kVA, o potencial médio de poupança diminui de cerca € 22 (2018) para € 19 (2019). Para potências superiores, temos agora um potencial de poupança que ronda os € 42,50, menos do que os € 53 de poupança registados em 2018.

Ainda assim, confirme se existem alternativas ao seu atual tarifário. As faturas de eletricidade do mercado liberalizado indicam quanto pagaria caso fossem aplicadas as tarifas reguladas. Essa indicação não considera taxas, impostos, serviços adicionais ou contribuições. Analise estes valores com atenção. Se estiver a pagar a mais, ou um valor muito próximo, poderá encontrar tarifários mais interessantes no nosso simulador