Dossiês

Lâmpadas economizadoras: como escolher e usar

30 dezembro 2020
mão agarra lâmpada em frente a um candeeiro de mesa

As lâmpadas economizadoras ajudam a iluminar a casa de modo mais eficiente. Revelamos a lâmpada certa para cada divisão e descomplicamos o rótulo.

Ler o rótulo

Fluxo luminoso, tempo de vida em horas, número de ciclos ligar/desligar, cor e tempo para acender são dados obrigatórios. Nas lâmpadas direcionais (como os focos de luz) é ainda obrigatório apresentar o ângulo do feixe luminoso. A diretiva ecodesign para lâmpadas economizadoras obriga os fabricantes a tornarem os rótulos mais úteis e claros. As primeiras embalagens com informação obrigatória começaram a aparecer em setembro de 2010 e davam indicações sobre a temperatura de cor e/ou tempo de vida.

Os fabricantes têm de disponibilizar informação nos seus sites, como o tempo de arranque ou o fluxo luminoso no fim do tempo de vida. Afinal, não basta uma lâmpada ficar acesa durante 15 mil horas se ao fim das primeiras 5 mil perder metade do fluxo.

Escolher o modelo mais adequado era uma tarefa difícil e, por vezes, até dececionante, quando a cor da luz não agradava. No caso das lâmpadas fluorescentes compactas, existia ainda o problema de não se conhecer o tempo que demoram a atingir uma luminosidade razoável. Por esta razão, o consumidor não sabia se era indicada para corredores e zonas de passagem, onde é preciso acender quase de imediato, por exemplo.

Por imposição da Comissão Europeia, os fabricantes começaram a incluir informação prática no rótulo. Porém, a quantidade de símbolos que as embalagens atuais apresentam e a falta de ícones iguais em todas as marcas nem sempre tornam a escolha simples. Mostramos como ler os rótulos e fazer boas compras.

Fluxo luminoso

Os consumidores estão habituados a comparar a potência em Watts, mas nas lâmpadas importa, sobretudo, a quantidade de lúmenes emitidos. Duas lâmpadas com a mesma potência podem emitir fluxos luminosos muito diferentes e deve adequar-se o fluxo à zona a iluminar. Por exemplo, para uma iluminação residual ou espaços pequenos convém optar por lâmpadas com fluxos mais baixos (100 a 300 lúmenes).

fluxo luminoso

fluxo luminoso

Tempo de vida em horas

Essencial para avaliar a durabilidade. Quanto maior, mais tempo irá a lâmpada durar, permitindo uma maior amortização do seu custo.

15000H

Ciclos ligar e desligar

Indica o número de vezes que a lâmpada pode ser ligada e desligada. Critério fundamental se pretende usá-la na despensa, na casa de banho ou noutro lugar de passagem, pouco iluminado e que exija muitos ciclos de ligar e desligar.

onoff

100000

Cor

Através do número de Kelvin (K), é possível identificar a cor. Uma lâmpada com 2700 K apresenta uma cor de luz idêntica à das antigas incandescentes; uma com 4000 K é mais branca. Algumas embalagens referem warm white, para descrever luz semelhante à incandescente ou cold white, para luz mais branca.

Os fabricantes podem adicionar informação sobre o índice de restituição de cor: a capacidade que a luz emitida tem de reproduzir a cor real dos objetos. Quanto mais próximo de 100, maior a capacidade.

luz

Cool Daylight

Ângulo do feixe luminoso

Nas lâmpadas refletoras, mais conhecidas por focos ou spots, é importante verificar qual o ângulo do feixe de luz. Tal permite perceber qual será a área iluminada por cada lâmpada. Por exemplo, com um ângulo de 5º, o feixe concentra-se numa área mais restrita do que com 120º. Um ângulo mais fechado pode servir para iluminar quadros e mesas de apoio, enquanto um mais aberto pode iluminar uma área de trabalho, como uma secretária ou uma bancada de cozinha.

feixe de luz

Tempo de arranque

Número de segundos que a lâmpada demora a atingir 60% do fluxo luminoso. Quando tal acontece em 1 segundo, os fabricantes podem alegar instant full light. É o caso das lâmpadas de halogéneo e de LED.

tempo de arranque

Ao frio ou no exterior

As lâmpadas fluorescentes compactas eram afetadas pela temperatura ambiente, sendo o seu fluxo luminoso reduzido quando estavam temperaturas baixas. Com as lâmpadas LED, este problema não se verifica e apenas se tem de verificar se, por exemplo, a lâmpada está apta a operar no exterior e se pode estar em contacto com humidade.

frio ou exterior

frio ou exterior

Diâmetro e comprimento

Verifique se as medidas correspondem às do candeeiro.

diametro 1

diametro 2

Mercúrio

O rótulo deve indicar a quantidade de mercúrio em miligramas, quando a lâmpada contém este metal. A lei permite um máximo de 2,5 miligramas. As lâmpadas LED, regra geral, não apresentam mercúrio na sua constituição.

Regulador de intensidade

Só alguns modelos podem ser usados em candeeiros ou interruptores com dispositivo regulador de intensidade (também conhecido por dimmer). Tal permite regular a intensidade de uma lâmpada de fluxo luminoso superior em diferentes contextos.