Notícias

Piscina do condomínio deve ter regras de conduta

26 julho 2017
Regras para usar a piscina do condomínio

26 julho 2017
Brinquedos e colchões à deriva na água ou mergulhos a altas horas da noite são situações a evitar nas piscinas dos condomínios. Conheça as regras para um bom convívio.

Os condomínios que têm piscinas devem criar regras de conduta para o uso desses espaços comuns. As disposições devem ser incluídas no regulamento do condomínio e definir: 

  • normas sobre o acesso à piscina: se é exclusiva dos condóminos ou pode ser frequentada por familiares e amigos;
  • possibilidade de cedência para eventos, como festas de aniversários;
  • horários de utilização e dias ou horas em que o acesso está vedado para manutenção; 
  • regras de higiene e vigilância. É preciso ter especial atenção quando as crianças usam as piscinas. O afogamento é a segunda causa de morte entre os mais novos, segundo as estatísticas da Associação para a Promoção da Segurança Infantil. 

O espaço da piscina deve ainda seguir várias normas arquitetónicas, de forma a garantir a segurança dos utilizadores. Por exemplo, deve existir uma vedação com fecho automático de segurança que separe a piscina dos espaços adjacentes, como jardins, para evitar quedas acidentais e possíveis afogamentos. O acabamento superior dessa vedação deve ser transparente, para que a piscina seja sempre visível do exterior, e não pode provocar ferimentos. 

O administrador do condomínio deve estar atento a comportamentos que devem ser evitados, particularmente se houver crianças envolvidas. Empurrões para dentro da piscina, por exemplo, devem ser proibidos. Confira outras situações a proibir na piscina do condomínio no portal Condomínio DECO+.

 


Imprimir Enviar por e-mail